Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fintar

fintarfintar | v. tr. | v. pron.
fintarfintar | v. tr. | v. tr. e intr. | v. pron.
fintarfintar | v. tr. | v. intr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fin·tar fin·tar 1

- ConjugarConjugar

(finta, contribuição + -ar)
verbo transitivo

1. Lançar finta sobre. = COLECTAR

verbo pronominal

2. Contribuir com uma quota ou com uma parte numa despesa. = QUOTIZAR-SE, SUBSCREVER


fin·tar fin·tar 2

- ConjugarConjugar

(finta, movimento para enganar + -ar)
verbo transitivo

1. [Esgrima]   [Esgrima]  Fazer um golpe simulado que obriga o adversário a parar de um lado, enquanto se ataca o outro; executar uma finta a.

2. Ultrapassar ou evitar algo ou alguém. = DRIBLAR

3. Agir para enganar. = LOGRAR, LUDIBRIAR

verbo transitivo e intransitivo

4. [Desporto]   [Esporte]  Conduzir a bola, esquivando-se ao adversário (ex.: fintou dois adversários e marcou golo; ela finta muito bem).

verbo pronominal

5. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Ter confiança em (ex.: não me finto nele). = ACREDITAR, CONFIAR, FIAR


fin·tar fin·tar 3

- ConjugarConjugar

(origem obscura)
verbo transitivo

1. Provocar a fermentação de.

verbo intransitivo

2. Tornar-se lêvedo.


SinónimoSinônimo Geral: FERMENTAR, LEVEDAR

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "fintar" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

principais catalizadores de um Benfica que foi crescendo aos poucos até fintar um destino que parecia certo, mantendo a liderança na Liga..

Em O INDEFECTÍVEL

No entanto, a Argentina relançou o jogo logo a seguir, com Claudinho a fintar dois adversários e a bater Bebé..

Em HELDER BARROS

...aos 47, onde Coronas fez um corte importantíssimo e Diogo Pinto aos 48 após fintar

Em futebol matosinhos

contas", para, desse modo, conseguir ' fintar ' as regras de fair-play financeiro..

Em Fora-de-jogo

fintar o tempo..

Em TEMPO CONTADO
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Na frase dei de caras com um leão, qual a função sintáctica das expressões de caras e com um leão?
A locução verbal dar de caras corresponde a uma expressão idiomática do português, que por esse motivo não é habitualmente decomposta, equivalendo a um verbo como deparar-se ou a outra locução verbal como encontrar subitamente. Na frase apontada, pode no entanto considerar-se a expressão de caras como um modificador adverbial (designado por complemento circunstancial na gramática tradicional), indicando o modo como se processa a acção expressa pelo verbo dar (equivalente, por exemplo a subitamente numa frase como deu subitamente com um leão).
A expressão com um leão pode ser considerada complemento indirecto seleccionado pelo verbo dar, pois com um leão é um complemento nominal introduzido indirectamente pela preposição com.




Está correto dizer macérrimo para uma pessoa muito magra?

O superlativo absoluto sintético simples dos adjectivos (aquele que exprime, através de uma só palavra, um elevado grau de determinado atributo ou qualidade) forma-se, em português, através da adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo (ex.: vulgaríssimo, tristíssimo, cheiíssimo).

Alguns adjectivos, porém, apresentam um superlativo alternativo, derivado do superlativo latino. É o caso de magro, que forma, além do superlativo regular magríssimo, o superlativo irregular macérrimo (do latim macerrìmus, -a, -um, superlativo de màcer “magro, debilitado”), tal como célebre (celebérrimo ou celebríssimo), pobre (paupérrimo ou pobríssimo), próspero (prospérrimo ou prosperíssimo).

Outros casos de superlativos eruditos incluem formas terminadas em -imo, como fácil (facílimo ou facilíssimo), bem como formas que derivam do latim ou que recuperam parte do radical latino, como simples (simplicíssimo ou simplíssimo), respeitável (respeitabilíssimo), ineficaz (ineficacíssimo), chão (chaníssimo).

Não há muitos superlativos eruditos, sendo fácil encontrá-los elencados em compêndios gramaticais, como na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 258-259).

Recentemente, o sufixo -érrimo, característico de superlativos eruditos, tem sido usado, seja por desconhecimento, seja por ironia, em formações novas, inexistentes no latim, como chatérrimo (em vez de chatíssimo) ou chiquérrimo (em vez de chiquíssimo). No caso do adjectivo magro, este sufixo gerou ainda a forma magérrimo, dispensável em registos de língua cuidados.

pub

Palavra do dia

sar·ra·bis·car sar·ra·bis·car


(sarrabisco + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

Fazer sarrabiscos. = GARATUJAR, RABISCAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fintar [consultado em 28-10-2021]