Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fazenda

fazendafazenda | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fa·zen·da fa·zen·da


(latim vulgar *facenda, do latim facienda, gerundivo de facio, -ere, fazer, executar)
nome feminino

1. Conjunto de bens, haveres.

2. Herdade destinada a grande cultura.

3. [Economia]   [Economia]  Conjunto das finanças públicas.

4. [Jurídico, Jurisprudência]   [Jurídico, Jurisprudência]  Conjunto de bens e direitos que constituem o património de alguém que os pode administrar e dispor deles.

5. Tecido; pano; estofo.

6. Mercadoria.

7. Conjunto de géneros destinados à venda.

8. [Antigo]   [Antigo]  Reputação de mulher honesta.

9. [Antigo]   [Antigo]  Peleja; acção.

10. [Portugal: Trás-os-Montes]   [Portugal: Trás-os-Montes]  Rebanho.

11. [Figurado]   [Figurado]  Qualidade; carácter.

12. [Brasil, Popular]   [Brasil, Popular]  Mulher bela e airosa.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "fazenda" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...que possui as seguintes vagas disponíveis para esta quinta-feira dia 09/09/2021: - CASAL PARA FAZENDA (uma vaga): referências;;

Em www.rafaelnemitz.com

...de setembro, após ser atacado por um enxame de abelhas, enquanto trabalhava em uma fazenda de Ribas do Rio Pardo..

Em Caderno B

Uma fazenda localizada na região norte do Paraguai foi atacada..

Em Caderno B

terceiro livro, o mais conhecido mundialmente, foi Den afrikanske Farm ( A fazenda africana no Brasil ou África Minha em Portugal), publicado em 1937 e baseado no...

Em Geopedrados

...que possui as seguintes vagas disponíveis para esta segunda-feira dia 06/09/2021: - CASAL PARA FAZENDA (uma vaga): referências;;

Em www.rafaelnemitz.com
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Na frase «O sentinela era um jovem soldado sem nome.» está correctamente aplicado o artigo definido masculino singular «O», ou deverá antes aplicar-se o artigo definido feminino «A» precedendo o nome «sentinela»? Em diferentes textos, surgem as duas diferentes formas, o que me levou a aperceber-me de uma vacilação de género; qual a preferível? E em relação a «ordenança» (enquanto soldado)?
A palavra sentinela designa, numa das suas acepções, o soldado ou, em contextos civis, a pessoa encarregada de efectuar a vigilância. Apesar de poder designar uma pessoa de sexo masculino, esta palavra surge nos dicionários como substantivo sobrecomum, registada apenas com o género feminino, à semelhança de outras palavras como criança ou pessoa. Por este motivo, será aconselhável a frase "A sentinela era um jovem soldado sem nome."

Apesar de o caso de ordenança poder parecer semelhante, o registo em dicionários confere-lhe habitualmente classificação lexical de substantivo de dois géneros, o que faz com que seja possível "O ordenança era um jovem soldado sem nome."

Esta questão varia consoante algumas especificidades lexicais de cada palavra, mas também consoante as actualizações lexicográficas feitas pelos dicionários a partir dos usos linguísticos ou de alterações sociais, culturais ou tecnológicas. O caso é porventura um pouco diferente, mas veja-se, a título de exemplo, a palavra segurança, que passou a ter, nas últimas décadas, uma acepção de substantivo de dois géneros.




Sempre aprendi que o correto era falar supérfulo. Porém de uns anos para cá vejo pessoas falando supérfluo e sempre imaginei que elas estavam falando errado. Procurei no dicionário Priberam e vi que supérfulo não existe. Está incorreto mesmo? Realmente não existe? Se eu falar vou passar vergonha? Sempre aprendi que assim era correto e sentirei dificuldade de falar supérfluo pois sempre imaginei ser errado. Podem me ajudar e me dizer qual das pronúncias está correta e se supérfulo realmente está errado?
A única forma correcta e atestada em dicionários é supérfluo, adjectivo derivado do latim superfluus.
O fenómeno que acontece em supérfluo, quando erradamente pronunciado ou escrito *supérfulo, é denominado por metátese e corresponde a uma troca de letras ou sons no interior de uma palavra. Há casos em que a metátese reflecte uma mudança linguística, isto é, corresponde efectivamente a uma alteração na evolução de uma palavra enquadrada na história da língua (é o caso, por exemplo, do advérbio latino semper que evoluiu para o português sempre). Não parece, porém, tratar-se de mudança linguística o que acontece com a metátese em supérfluo, quando pronunciado ou escrito *supérfulo. Em português, a estrutura regular de uma sílaba é uma sequência consoante-vogal (ex.: ba-ta-ta); há inúmeros casos que não seguem esta estrutura, mas esta é estatisticamente aquela que é mais frequente. Por este motivo, muitos falantes tendem a manter este padrão na pronúncia e a sequência consonântica -fl- seguida da sequência vocálica -uo em supérfluo é transformada numa sequência consoante-vogal-consoante-vogal (-fulo), fazendo uma regularização silábica abusiva e originando uma forma incorrecta *supérfulo.

Poderá consultar também outra resposta sobre o mesmo assunto em pronúncia de impregnar.

pub

Palavra do dia

ul·tra·con·ge·la·ção ul·tra·con·ge·la·ção


(ultra- + congelação)
nome feminino

Processo de congelação a uma temperatura muito baixa, geralmente inferior a 40 graus negativos, e num curto período de tempo, para melhor conservar características físicas e químicas (ex.: ultracongelação do pescado).

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fazenda [consultado em 22-09-2021]