Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fato-saia-e-casaco

fato-saia-e-casacofato-saia-e-casacofato saia e casaco | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fa·to·-sai·a·-e·-ca·sa·co fa·to·-sai·a·-e·-ca·sa·co fa·to sai·a e ca·sa·co


nome masculino

[Portugal]   [Portugal]  Conjunto de vestuário feminino formado por saia e casaco, geralmente do mesmo tecido (ex.: vestia um fato-saia-e-casaco preto com decote). = FATO, FATO-SAIA-CASACO, SAIA-CASACO, SAIA-E-CASACO

Plural: fatos-saia-e-casaco.Plural: fatos-saia-e-casaco.

• Grafia no Brasil: fato saia e casaco.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: fato saia e casaco.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: fato-saia-e-casaco


• Grafia em Portugal: fato-saia-e-casaco.
pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

sei explicar como é que uma personagem que se vestia escrupulosamente (quando era inspector de espectáculos, ia de gravata, fato completo), que pôs os meninos no Liceu Francês, como é que este pai é o mesmo pai que dormiu comigo nas escadas. São duas personagens completamente diferentes. Não consegue

Em anabelamotaribeiro.pt

buraco existente na rede, tirava o barrete, tapava a farda de cotim com um casaco e encontrava-se no café “Gel” com colegas “externos” que dormiam na casa das namoradas, e lhe davam guarida. Numa noite quente de junho dos anos setenta o 89, 165 e 376, com fato de treino, sapatilhas e capote, passaram por

Em Camarada Choco - Um prolet

Aqui ficam alguns looks usados nas ultimas semanas de Junho. Não tenho conseguido actualizar a rubrica, mas cá vai. Das últimas compras sai o casaco /blazer às riscas foi comprado a um óptimo preço na @NewYorker (confesso que não entro lá muitas vezes, mas além deste blazer trouxe um vestido e umas

Em www.sorrisoincognito.com

desta vez foi este o eleito! Amei o casaco sporty/army! Este casaco /parka é ótimo para a primavera ou para uma noite de verão mais fresca e veste lindamente. Dá um ar súper trendy ao look . Blazer €44,99 | Calças €36,99 | T -shirt €24,99 | Ténis 44,99 € O fato completo ou suit é tendência nesta estação

Em www.armazemdeideiasilimitada.com

maleabilidade, mais tolerância. [Se Sarkozy tivesse ganho] ela teria endurecido o discurso e eu não teria feito a exposição.” Catherine Pégard foi jornalista do Le Point. É muito fácil identificá-la, de sapato Ferragamo, saia rodada e coquette , casaco vermelho pela cintura. Estilo bem comportado. Segue-a uma…

Em anabelamotaribeiro.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Devo usar o termo implementador, ou aconselham algum outro?
O vocábulo implementador parece ser de formação recente (a partir de implementar + sufixo -dor) e não se encontra averbado pelos principais dicionários de língua. Ainda assim, implementador obedece às regras de boa formação morfológica, tal como outros casos formados a partir do sufixo -dor (exprimindo a noção de "agente") e que já se encontram atestados lexicograficamente: alimentador, desfragmentador, instrumentador, etc.

Pesquisas em corpora e em motores de busca da Internet revelam que o termo implementador vem sendo usado, sobretudo na área da informática, como adjectivo (ex.: entidade implementadora, parceiros implementadores) e como substantivo, designando a pessoa ou a entidade que implementa (ex.: implementadores de páginas HTML, a empresa surgiu no mercado das tecnologias de informação como implementadora).




É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.

pub

Palavra do dia

a·bro·que·lar a·bro·que·lar

- ConjugarConjugar

(a- + broquel + -ar)
verbo transitivo

1. Dar a forma de broquel a.

verbo transitivo e pronominal

2. Cobrir ou defender-se com broquel ou escudo (ex.: tentaram abroquelar o rei dos tiros do regicida; os soldados abroquelavam-se nas couraças).

3. [Figurado]   [Figurado]  Dar ou procurar resguardo ou protecção (ex.: não podemos abroquelar os fortes e desproteger os fracos; abroquelava-se do ruído e da confusão). = AMPARAR, DEFENDER, PRECAVER, PROTEGER, RESGUARDAR


SinónimoSinônimo Geral: BROQUELAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fato-saia-e-casaco [consultado em 26-10-2021]