PT
BR
Pesquisar
Definições



estanhado

A forma estanhadopode ser [masculino singular particípio passado de estanharestanhar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
estanhadoestanhado
( es·ta·nha·do

es·ta·nha·do

)


adjectivoadjetivo

1. Coberto ou revestido de estanho.

2. [Figurado] [Figurado] Luzente.

3. Descarado, desavergonhado.


goela estanhada

A que se não escalda com a comida quente.

mar estanhado

Liso, raso.

estanharestanhar
( es·ta·nhar

es·ta·nhar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

Aplicar uma camada de estanho ou estanho e chumbo.

etimologiaOrigem etimológica:estanho + -ar.
Confrontar: estranhar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "estanhado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas


Qual a forma correcta de pronúncia da palavra menu : "ménu" ou "menú"?
Na questão colocada, não está em causa a acentuação (a palavra é sempre acentuada na última sílaba: menu), mas a qualidade da vogal. Por exemplo, uma vogal que corresponde à letra e pode corresponder ao som [È], como em fé, ao som [e], como em dedo, ao som [i], como em de ou medicina, ou ainda ao som [á], como por vezes em coelho.

No português, como regra geral (com muitas excepções), as vogais que não pertencem a uma sílaba tónica são elevadas. Por exemplo, no caso da vogal e nas palavras génio e genial, o som [È] (vogal mais baixa) da palavra nio (com acento tónico em ) passa a pronunciar-se [i] (vogal mais alta) em genial pois a sílaba tónica passou a ser a última genial.

Esta regra geral aplica-se a menu e aí, como a sílaba tónica é nu, a sílaba me pode pronunciar-se [mi]nu, como em de ou medicina, (e é esta a pronúncia registada no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia da Ciências/Verbo e, posteriormente, no Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora). A palavra menu, apesar de já ser usada correntemente em português, é de origem francesa, sendo pronunciada com [i] também nessa língua. Desta forma, não há então motivo fonológico ou etimológico para se pronunciar menu com é aberto.




Escreve-se pavilhão multiusos ou multiúsos? Vi que no Dicionário Priberam até há uma nota sobre isto. Com acento é estranhíssimo. Não mudou com o Acordo Ortográfico?
A ortografia da palavra multiúsos (e de outras no mesmo contexto ortográfico) não sofreu nenhuma alteração com o Acordo Ortográfico de 1990, nem corresponde a nenhuma diferença entre o português europeu e o português do Brasil. Este é o mesmo contexto ortográfico de palavras como balaústre, ciúme, miúdo ou viúvo. isto é, trata-se de uma vogal tónica u de uma palavra paroxítona (ou grave) que leva acento agudo quando antecedida de uma vogal com a qual não forma ditongo (desde que não constitua sílaba com a eventual consoante seguinte, diferente de s, caso em que não terá acento gráfico, como nos casos de diurno, demiurgo, oriundo ou triunfo).

Esta é uma indicação ortográfica preconizada pela Base X, 1.º, do Acordo Ortográfico de 1990, mas também pelos textos que regulavam a ortografia antes deste, isto é, pela Base XIV do Acordo Ortográfico de 1945, para o português europeu, e pelo ponto 43, 4.ª do Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

No entanto, é um facto que é possível encontrar muitos usos sem acento gráfico, daí a necessidade de o Dicionário Priberam acrescentar uma nota ao verbete para justificar que essa é a grafia correcta. A estranheza da forma acentuada multiúsos parece ainda maior por ser fácil para o falante identificar os elementos que a compõem: o constituinte multi- seguido do substantivo uso, que não é acentuado por, regra geral, as palavras graves não serem acentuadas em português.

A reflexão feita acima aplica-se igualmente ao mesmo contexto para a vogal tónica -i-, como em paraíso, ruína ou saída.