PT
BR
Pesquisar
Definições



espreita

A forma espreitapode ser [segunda pessoa singular do imperativo de espreitarespreitar], [terceira pessoa singular do presente do indicativo de espreitarespreitar] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
espreitaespreita
( es·prei·ta

es·prei·ta

)


nome feminino

1. Acto de espreitar. = ESPREITADA, ESPREITADELA

2. Pesquisa; espionagem; atalaia.

3. [Antigo] [Antigo] Cilada; ardil; embuste.


à espreita

Numa posição ou postura que permite estar a espreitar ou alerta para algo. = DE ATALAIA

etimologiaOrigem etimológica:derivação regressiva de espreitar.
espreitarespreitar
( es·prei·tar

es·prei·tar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

1. Olhar através de fenda ou abertura.


verbo transitivo

2. Olhar de forma rápida (ex.: espreita aqui este artigo).

3. Observar sem querer ser visto. = ESPIAR, VIGIAR

4. Examinar com toda a atenção; olhar demorada e fixamente. = PERSCRUTAR

etimologiaOrigem etimológica:origem duvidosa, talvez do latim explicito, -are, frequentativo de explico, -are, explicar.
Confrontar: espeitar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "espreita" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Há derivação da palavra sazonal para sazonalidade?
A palavra sazonalidade é composta por derivação, através da adjunção do sufixo -idade ao adjectivo sazonal.



A palavra "inuendo" não existe em português? No sentido de ser algo com uma conotação específica (por exemplo, inuendo sexual). Eu sei que existe em inglês e tinha a ideia que em português também existia mas não está no Dicionário Priberam.
A palavra inuendo é um anglicismo (junto com a variante mais usada em inglês, innuendo) e corresponde em português às palavras insinuação ou indirecta. Curiosamente, como vem do latim (a forma innuendum é o gerundivo do verbo innuo, innuere, que significa “acenar com a cabeça”), podia ter tido uma passagem directa para o português, como o que sucedeu noutros casos (ex.: diminuendo, instruendo, metuendo), mas tal não aconteceu. Pesquisas lexicográficas confirmam que a forma inuendo não tem registo em nenhum dicionário ou vocabulário de língua portuguesa, o que não impede algumas pessoas de a usarem, claro, mas como estrangeirismo.