PT
BR
Pesquisar
Definições



erva-pombinha

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
erva-pombinhaerva-pombinha
( er·va·-pom·bi·nha

er·va·-pom·bi·nha

)
Imagem

BotânicaBotânica

Planta herbácea (Fumaria officinalis) da família das papaveráceas, de folhas alternas penatífidas e pequenas flores rosadas.


nome feminino

1. [Botânica] [Botânica] Planta herbácea (Aquilegia vulgaris) da família das ranunculáceas, de talos compridos e finos, folhas pecioladas, flores pedunculadas concolores ou bicolores, de cor branca ou púrpura. = AQUILÉGIA

2. [Botânica] [Botânica] Planta herbácea (Fumaria officinalis) da família das papaveráceas, de folhas alternas penatífidas e pequenas flores rosadas.Imagem = FUMÁRIA

3. [Brasil] [Brasil] [Botânica] [Botânica] Designação comum a várias plantas do género Phyllanthus, da família das euforbiáceas. = ARREBENTA-PEDRA, QUEBRA-PEDRA

vistoPlural: ervas-pombinhas ou ervas-pombinha.
etimologiaOrigem etimológica:erva + pombinha.
iconPlural: ervas-pombinhas ou ervas-pombinha.


Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber o porque se usa tanto apartir de ou concerteza sendo que o correto é a partir de e com certeza ?
Este fenómeno acontece frequentemente com locuções muito usuais em que os utilizadores da língua têm dificuldades em identificar as fronteiras das palavras, o que tem como consequência erros ortográficos como apartir de (em vez de a partir de), concerteza (em vez de com certeza) ou derrepente (em vez de de repente).



Numa pesquisa no Google, encontrei várias vezes a expressão "há espera", por exemplo: "torneios há espera de concorrentes". É correcto dizer "há espera"? Não será "à espera"?
No contexto que refere, deverá ser utilizada a locução prepositiva à espera de, que significa “aguardando por” (torneios à espera de concorrentes) e que poderá encontrar registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, que também regista a locução adverbial à espera (Ex.: os doentes já estão à espera há muito tempo). Esta locução tem estrutura semelhante a muitas outras locuções prepositivas em português (contracção da preposição a com o artigo definido a seguida de substantivo feminino e da preposição de), como, por exemplo, à beira de, à conta de, à disposição de, à frente de. A expressão há espera poderá apenas ser usada em contextos onde se pretenda dizer que "existe uma espera" (ex.: nos acessos à ponte há espera prolongada).