Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

enga-nos

3ª pess. sing. pres. ind. de engarengar
2ª pess. sing. imp. de engarengar
fem. sing. de engaenga
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

en·gar en·gar

- ConjugarConjugar

(origem duvidosa)
verbo transitivo

1. Ter uma discussão ou uma desavença com alguém. = ALTERCAR, DESAVIR-SE, DISCUTIR

2. Começar (ex.: engar uma empreitada).

verbo transitivo e pronominal

3. Habituar o gado a um pasto.

verbo pronominal

4. Afeiçoar-se, habituar-se.


en·ga en·ga


nome feminino

1. [Popular]   [Popular]  Pasto; cevadeira; parasitismo.


na enga
Em casa alheia.

Sem ser convidado.

pub

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Com a App Gallery ainda a apresentar lacunas em termos de app e jogos, a Huawei disponibiliza a Petal Search, uma aplicação que pretende simplificar a instalação de conteúdos nos smartphones e tablets da marca. A Huawei Petal Search, a aplicação de pesquisa nativ a d a Huawei, conta com novos

Em www.appsdoandroid.com

Qu ando se observa o surto de candidaturas semanais, parece que estamos num teatro de enga no s o nde um act finge repre or sentar com toda a seriedade em frente a um espelho. Co mo o País está de perfeita saúde, as Presidenciais têm uma súbita aceleração. Parece uma corrida de automóveis gigantes

Em A RODA

de pedras e nas arvoes antigas leva a leda sem saber e trasporta um lume que o leva do alto ao baixo dara volta ao tempo e regressar e na taça que todos une na tavora aonde o som se reune eleva e antes senta e nos ombros o que aguarda na floresta sopesa e sabe e poisa mãos desse que cuida do circvlo

Em Tears of Heaven

das árvores para o solo, onde irão crisalidar. Nos últimos anos têm-se observado ataques de elevada intensidade desta praga, facto que se atribui principalmente às condições climáticas verificadas. Em ambiente urbano, este insecto impõe uma vigilância constante e combate urgente e atempado, sobretudo

Em Respire fundo! Está em Vila Verde!

natural: áreas protegidas e espaços públicos”, em que a moderação vai estar a cargo da Dra. Rosa Pinho, da Universidade de Aveiro. O primeiro tema é “Gestão de áreas protegidas, panorama europeu e os novos players da conservação da natureza”, “Conservação do priolo e desenvolvimento económico nos Açores

Em A Região do Vale do Sousa em Destaque
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É indiferente a utilização indistinta dos verbos levantar e alevantar, rebentar e arrebentar?
As palavras que referiu são sinónimas duas a duas (alevantar = levantar, arrebentar = rebentar), sendo as formas iniciadas por a- variantes formadas pela adjunção do prefixo protético a-, sem qualquer alteração de sentido. A estas palavras podem juntar-se outros pares, como ajuntar/juntar, amostrar/mostrar, arrecuar/recuar, assoprar/soprar, ateimar/teimar, etc.

As formas com o elemento protético a- são geralmente consideradas mais informais ou características do discurso oral, devendo por isso ser evitadas em contextos que requerem alguma formalidade ou em que se quer evitar formas menos consensuais.

Apesar deste facto, não podemos fazer uma generalização destes casos para o uso do prefixo, uma vez que o prefixo a- pode ter outros valores, como os de aproximação, mudança (ex.: abaixo < a- + baixo, acertar < a- + certo + -ar) ou de privação, negação (ex.: atemporal < a- + temporal, assexuado < a- + sexuado), em que já não se trata de variação, mas de derivação.




Surgiu uma dúvida sobre a escrita correta: nenhuma - está correto - e nem uma - é correto também ou não se usa?

Ambas as grafias, nenhuma e nem uma, estão correctas; os seus usos e funções é que são distintos.

A palavra nenhuma pode funcionar como determinante (i.e., antes de um nome) ou como pronome (i.e., em vez de um nome) indefinido, indicando negação (1)-(2), ausência (3)-(4) ou reforço de negação (5)-(6). As frases dos números ímpares correspondem a exemplos de nenhuma como determinante, as dos números pares correspondem a exemplos de nenhuma como pronome:
(1) Nenhuma pedra será removida.
(2) Juntou várias pedras mas nenhuma foi removida.

(3) Nenhuma sócia compareceu à festa.
(4) Convidou várias pessoas mas nenhuma compareceu à festa.

(5) Não tenho nenhuma vontade de sair hoje à noite.
(6) Experimentou várias blusas, mas não gostou de nenhuma.

Ainda em posição pré-nominal, e ligada à partícula de negação não, nenhuma pode ser equivalente ao indefinido uma:
(7) Ela não é nenhuma especialista na matéria, mas sabe o que diz.

Note-se que nas frases (1) e (3) nenhuma pode ser substituída por nem uma sem perda de sentido, contrariamente ao que sucede com a frase (5), que gera uma frase agramatical (5a):
(1a) Nem uma pedra será removida.
(3a) Nem uma das sócias compareceu à festa.
(5a) *Não tenho nem uma vontade de sair.

A palavra nenhuma, em posição pós-nominal, tem ainda uma função adjectival, reforçando a negação (5b). Neste contexto, nenhuma nunca pode ser substituída por nem uma, uma vez que tal substituição produz frases agramaticais como (5c):
(5b) Não tenho vontade nenhuma de sair.
(5c) *Não tenho vontade nem uma de sair.

A expressão nem uma pode também significar “nem mesmo uma”:
(8) Nem uma escavadora conseguiria remover esta pedra!

A frase de (8) significa que nem sequer uma escavadora conseguiria remover a pedra. Se nenhuma fosse utilizada em (8), o sentido seria outro: escavadora alguma conseguiria remover a pedra.


pub

Palavra do dia

ter·sol ter·sol


(terso + -ol)
nome masculino

[Liturgia católica]   [Liturgia católica]  Toalha de altar usada para o sacerdote enxugar as mãos. = MANUTÉRGIO

Plural: tersóis.Plural: tersóis.
Confrontar: terçol.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/enga-nos [consultado em 21-09-2021]