PT
BR
Pesquisar
Definições



embandeirardes

A forma embandeirardespode ser [segunda pessoa plural do futuro do conjuntivo de embandeirarembandeirar] ou [segunda pessoa plural infinitivo flexionado de embandeirarembandeirar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
embandeirarembandeirar
( em·ban·dei·rar

em·ban·dei·rar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Ornar com bandeiras.

2. [Marinha] [Marinha] Registar um navio na respectiva capitania.


verbo intransitivo

3. Deitar bandeira (o milho).

4. Içar bandeira; pôr bandeiras.

Auxiliares de tradução

Traduzir "embandeirardes" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Tenho verificado a existência, ao longo do país , de repetição de topónimos; por exemplo: Trofa, Gondar, Bustelo. Qual é a etimologia dessas palavras?
Segundo o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 3 vol., 2003), de José Pedro Machado, o topónimo Bustelo, muito frequente em Portugal e na Galiza, talvez seja diminutivo de busto ‘campo de pastagem’. Quanto a Gondar, o autor aventa a hipótese de provir de uma hipotética forma gótica (ou goda) Gunthi-harjis ‘exército para combate’. Por fim, o topónimo Trofa é de origem obscura.



Gostaria de saber se o verbo vir na frase eu não quero que eles "vão" à festa, está correto e se não qual é a forma correta.
Na frase Eu não quero que eles vão à festa está presente o verbo ir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de cá para lá, ou de um local próximo para um local mais afastado.
Se quiser utilizar o verbo vir, indicando que alguém faz uma acção de se deslocar de lá para cá, ou de um local afastado para um local mais próximo de quem fala, deverá utilizar a forma venham.
Em ambos os casos, a frase estará correcta, pois trata-se de formas verbais no presente do conjuntivo (ou presente do subjuntivo, no português do Brasil), por fazer parte de uma oração subordinada completiva ou integrante, que é complemento directo do verbo querer. As duas frases apenas diferem no sentido dado por ser o verbo ir ou o verbo vir.