Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

dizias

2ª pess. sing. pret. imperf. ind. de dizerdizer
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

di·zer |ê|di·zer |ê|

- ConjugarConjugar

(latim dico, -ere)
verbo transitivo

1. Exprimir por meio de palavra, por escrito ou por sinais (ex.: dizer olá).

2. Referir, contar.

3. Depor.

4. Recitar; declamar (ex.: dizer poemas).

5. Afirmar (ex.: eu digo que isso é mentira).

6. Ser voz pública (ex.: dizem que ele é muito honesto).

7. Exprimir por música, tocando ou cantando.

verbo intransitivo

8. Condizer, corresponder.

9. Explicar-se; falar.

10. Estar (bem ou mal) à feição ou ao corpo (ex.: essa cor não diz bem). = CONVIR, QUADRAR

verbo pronominal

11. Intitular-se; afirmar ser.

12. Chamar-se.

13. Declarar o jogo que se tem ou se faz.

nome masculino

14. Expressão, dito (ex.: leu os dizeres do muro).

15. Estilo.

16. Maneira de se exprimir.

17. Rifão.

18. Alegação, razão.


quer dizer
Expressão usada para iniciar uma explicação adicional em relação a algo que foi dito anteriormente. = ISTO É, OU SEJA

tenho dito
Fórmula com que se dá por concluído um discurso, um arrazoado, etc.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Quanto a comparações de inigualdade, ou seja, de superioridade ou de inferioridade, existirá uma regra absoluta para decifrar se se usa que ou do que ou ambas estarão correctas em qualquer expressão dessa estrutura? Para um falante em que o Português não é a primeira língua, seria bastante útil. Incluo as seguintes expressões para vossa análise: 1) O castelo é mais antigo que a igreja. 2) Hoje as laranjas estão menos baratas que as maçãs. 3) Nós compramos mais livros que vendemos. 4) O Paulo é mais grande do que gordo. 5a) O João tem mais de um carro. b) O João tem mais dum carro. c) O João tem mais do que um carro. d) O João tem mais que um carro.
As frases de 1) a 5) apresentam diferentes construções de comparativos relativos de superioridade e de inferioridade.

Em português, é possível formar os graus comparativos de superioridade e de inferioridade dos adjectivos usando os advérbios mais e menos seguidos da locução do que (ex.: o castelo é mais antigo do que a igreja; a igreja é menos antiga do que o castelo), podendo haver omissão da contracção da preposição de com o pronome demonstrativo invariável o (ex.: o castelo é mais antigo que a igreja; a igreja é menos antiga que o castelo). Esta construção aplica-se às frases apontadas em 1), 2) e 4).

Na frase 3) está presente um comparativo de superioridade relativo a um substantivo (ex.: nós compramos mais livros [do] que vendemos), sendo nesse caso a palavra mais um determinante indefinido.

Relativamente às frases em 5), trata-se de uma comparação (de superioridade) de quantidade relativamente a um numeral (um). Neste tipo de comparação é possível uma construção análoga àquela usada para exprimir o grau comparativo do adjectivo, isto é, a estrutura mais (do) que seguida do numeral e de um substantivo, como nas frases 5c) e 5d). Alternativamente, é possível ainda utilizar as construções presentes em 5a) e 5b), que correspondem à locução comparativa mais de seguida de numeral e que diferem apenas na contracção (de + um = dum).

Para além destas quatro construções comparativas, é ainda possível estabelecer comparativos antes de verbos (ex.: consegue ver mais ao longe [do] que ao perto), de advérbios (ex.: põe esse quadro mais acima [do] que este) ou de preposições (ex.: o gato passa mais por aqui [do] que por ali).




Sou um estudante do ensino secundário e a minha intenção, ao enviar-vos este pedido de ajuda, prende-se com um trabalho de casa indicado pela professora: em que entrada do dicionário devo procurar o sentido de dramatizarias, dramaturga e fazer um drama?
Não sendo nossa intenção substituir-nos ao esforço e empenhamento que deve implicar um trabalho de casa, podemos dizer-lhe que os dicionários têm como entrada as palavras não flexionadas (isto é, o masculino singular, no caso de nomes e adjectivos, e o infinitivo, no caso de verbos). Nos exemplos referidos, deverá procurar o masculino singular de dramaturga (que é uma forma do feminino singular de um substantivo) e o infinitivo de dramatizarias (que é uma forma verbal no condicional ou futuro do pretérito).

No caso da locução fazer um drama, é variável o local onde pode estar a definição: alguns dicionários têm como critério a definição na primeira palavra (que neste caso seria fazer), outros preferem definir no primeiro substantivo (que neste caso seria drama). É de referir também que há muitos dicionários que (quase) não dão definições para locuções, pelo que por vezes é difícil encontrá-las (neste caso, nos dicionários portugueses consultados, esta locução foi encontrada apenas no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências/Verbo, e na edição portuguesa do Dicionário Houaiss, do Círculo de Leitores).

Em relação às siglas, o caso é semelhante ao anterior, isto é, depende dos critérios adoptados pelo dicionário. Alguns dicionários nem dão entrada às siglas, outros colocam-nas em anexos. No entanto, as siglas comportam-se frequentemente como substantivos, pelo que alguns dicionários as classificam como substantivos (é o caso, por exemplo, do referido Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea).

Em qualquer um dos casos, o utilizador de um dicionário deve, nas primeiras vezes que o consulta, e enquanto não se sentir familiarizado com ele, procurar as indicações dadas pelos autores/editores sobre a forma de consulta aconselhada (que varia consoante o tipo de dicionário e os respectivos critérios).

No caso do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, aconselha-se a leitura da secção "Como consultar".

pub

Palavra do dia

ga·nhão ga·nhão


(ganhar + -ão)
nome masculino

1. Indivíduo sem ofício especializado que trabalha com pagamento de salário diário. = GANHADEIRO, JORNALEIRO

2. Trabalhador agrícola que não é especializado. = GANHADEIRO

3. [Depreciativo]   [Depreciativo]  Indivíduo rude, grosseiro. = RÚSTICO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/dizias [consultado em 08-05-2021]