PT
BR
Pesquisar
Definições



directividade

A forma directividadepode ser [derivação feminino singular de directivodiretivodiretivo] ou [nome feminino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
directividadediretividadediretividade
|èt| |èt| |èt|
( di·rec·ti·vi·da·de di·re·ti·vi·da·de

di·re·ti·vi·da·de

)


nome feminino

Qualidade do que é directivo.

etimologiaOrigem etimológica:directivo + -idade.
sinonimo ou antonimo Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: diretividade.
sinonimo ou antonimo Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: directividade.
grafiaGrafia no Brasil:diretividade.
grafiaGrafia em Portugal:directividade.
directivodiretivodiretivo
|èt| |èt| |èt|
( di·rec·ti·vo di·re·ti·vo

di·re·ti·vo

)


adjectivoadjetivo

1. Que dirige. = DIRECTOR

2. Que é relativo a direcção.

etimologiaOrigem etimológica:directo + -ivo.
sinonimo ou antonimo Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: diretivo.
sinonimo ou antonimo Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: directivo.
grafiaGrafia no Brasil:diretivo.
grafiaGrafia em Portugal:directivo.

Auxiliares de tradução

Traduzir "directividade" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Na frase "aja como homem e pense como mulher", devo usar aja ou haja de agir? Qual é o correto?
Na frase que menciona, Aja como homem e pense como mulher, o termo correcto é aja, forma verbal (3ª pessoa do singular do imperativo, podendo também ser 1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil]) de agir. É uma forma homófona, i.e., lê-se da mesma maneira mas escreve-se de modo diferente de haja, forma verbal (1ª ou 3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo [subjuntivo, no Português do Brasil] e 3ª pessoa do singular do imperativo) de haver. Para as distinguir, talvez seja útil ter presente que pode substituir a forma aja (do verbo agir) por actue – “Aja/actue como um homem e pense como uma mulher” – e a forma haja (do verbo haver) por exista – “Haja/exista paciência!”.



Gostaria que me esclarecessem a seguinte dúvida: na palavra quatro existe trema?
O Acordo Ortográfico de 1990 suprimiu o trema em palavras portuguesas ou aportuguesadas, conservando-se apenas em palavras derivadas de nomes próprios estrangeiros.

O uso do trema no português do Brasil estava regulamentado pelo Formulário Ortográfico de 1943, que era o texto em vigor para a ortografia brasileira. Neste texto explicita-se que “Emprega-se o trema no u que se pronuncia depois de g ou q e seguido de e ou i: agüentar, argüição, eloqüente, tranqüilo, etc.”. Por este motivo, nunca se poderia empregar correctamente o trema antes de outra vogal como a ou o, mesmo porque nestes casos (ex.: quatro, quociente), o u é sempre lido e não havia necessidade de distinguir a pronúncia com um sinal diacrítico.

Poderá esclarecer esta e outras dúvidas ortográficas utilizando o corrector ortográfico para o português do Brasil que poderá testar em FLiP On-line, seleccionando a opção correspondente à bandeira brasileira.