PT
BR
Pesquisar
Definições



determinantemente

A forma determinantementepode ser [derivação de determinantedeterminante] ou [advérbio].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
determinantementedeterminantemente
( de·ter·mi·nan·te·men·te

de·ter·mi·nan·te·men·te

)


advérbio

De modo determinante.

etimologiaOrigem etimológica:determinante + -mente.
determinantedeterminante
( de·ter·mi·nan·te

de·ter·mi·nan·te

)


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

1. Que determina.

2. [Gramática] [Gramática] Palavra que geralmente precede um nome, constituindo com ele um sintagma nominal e o actualiza no enunciado (ex.: determinante demonstrativo; determinante indefinido; determinante possessivo).

3. [Matemática] [Matemática] Expressão que se forma segundo certas leis e representada por quantidades dispostas em linhas e colunas.

etimologiaOrigem etimológica:latim determinans, -antis.


Dúvidas linguísticas



Qual denominação para a "operação" de passar Francisco a Chico, Helena a Lena, Alice a Lili, etc.
As palavras Chico, Lena ou Lili são hipocorísticos (isto é, nomes próprios usados para designar alguém de maneira informal ou carinhosa) em relação a Francisco, Helena e Alice, respectivamente. Estes três hipocorísticos mostram, contudo, fenómenos diferentes de formação de palavras: em Francisco > Chico há uma redução por aférese acompanhada de alteração expressiva da forma reduzida; em Helena > Lena há uma simples redução por aférese; em Alice > Lili há uma redução com aférese e apócope e com o redobro de uma sílaba. A estes mecanismos pode ainda juntar-se o frequente uso de sufixos aumentativos ou diminutivos (ex. Chicão, Leninha).



Gostava de saber o significado da palavra trolls.
A palavra troll é de origem nórdica e chegou ao português através do inglês, mas não se encontra averbada nos dicionários de língua portuguesa por nós consultados.

No folclore escandinavo, os trolls são criaturas imaginárias, tão comuns nas histórias infantis como as bruxas. De estatura variável (anões ou gigantes), os trolls são seres geralmente malignos, feios ou estúpidos, que habitam em grutas ou florestas e se transformam em pedra quando expostos aos raios solares. Fora da mitologia escandinava, os trolls foram popularizados na ficção pelo escritor britânico J. R. R. Tolkien.

Pesquisas em motores de busca da Internet revelam que as formas aportuguesadas trol e trole (com o plural tróis e troles, respectivamente) têm já algumas ocorrências, designando, para além da criatura imaginária, uma pessoa pouco inteligente (ex.: Não perceberam nada, cambada de troles!) ou um indivíduo que coloca mensagens ou comentários provocadores, maldosos ou violentos em páginas de discussão pública on-line, com intuito desestabilizador (ex.: Naquele blogue há muitos comentários de um trol malcriado).