PT
BR
Pesquisar
Definições



desconcentrado

A forma desconcentradopode ser [masculino singular particípio passado de desconcentrardesconcentrar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
desconcentradodesconcentrado
( des·con·cen·tra·do

des·con·cen·tra·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que se desconcentrou.

2. Que não dá atenção ao que diz ou faz ou ao que deve observar. = DESATENTO, DISTRAÍDOATENTO, CONCENTRADO, FOCADO

3. Que está fora do centro. = DESCENTRADO, EXCÊNTRICO

etimologiaOrigem etimológica:des- + concentrado.
desconcentrardesconcentrar
( des·con·cen·trar

des·con·cen·trar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Diminuir ou suprimir a concentração de.

2. Fazer perder a alguém a sua concentração, distrair a atenção.

3. Descentralizar.

4. Tirar o centro.


verbo pronominal

5. Disseminar-se, espalhar-se.

etimologiaOrigem etimológica:des- + concentrar.

Auxiliares de tradução

Traduzir "desconcentrado" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Tenho verificado a existência, ao longo do país , de repetição de topónimos; por exemplo: Trofa, Gondar, Bustelo. Qual é a etimologia dessas palavras?
Segundo o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 3 vol., 2003), de José Pedro Machado, o topónimo Bustelo, muito frequente em Portugal e na Galiza, talvez seja diminutivo de busto ‘campo de pastagem’. Quanto a Gondar, o autor aventa a hipótese de provir de uma hipotética forma gótica (ou goda) Gunthi-harjis ‘exército para combate’. Por fim, o topónimo Trofa é de origem obscura.



Sou utilizadora do FLiP e ao utilizá-lo surgiu-me uma dúvida: Na palavra livra-lo o FLiP não assinala a falta de acentuação. Isto é, aceita com e sem acento. Gostaria de saber se há uma forma de assegurar que a falta de acentuação é encontrada.
O FLiP não pode assinalar falta de acentuação em livra-lo, pelo menos isoladamente. Isto porque tal forma corresponde à 2.ª pessoa do presente do indicativo do verbo livrar, pronominalizada com -(l)o(s) / -(l)a(s). Esta forma com ênclise é por vezes confundida com livrá-lo (infinitivo impessoal) e até com livra-o (3.ª pessoa do presente do indicativo e 2.ª do imperativo), ambas igualmente correctas, como se pode ver nos seguintes exemplos:

(i) Tu livras o João da prisão? = Tu livra-lo da prisão? [2.ª pessoa do presente do indicativo]
(ii) O advogado conseguiu livrar o João da prisão. = O advogado conseguiu livrá-lo da prisão. [infinitivo impessoal]
(iii) Ele livra o João da prisão. = Ele livra-o da prisão. [3.ª pessoa do presente do indicativo]
(iv) Por favor, livra o João da prisão! = Por favor, livra-o da prisão! [2.ª pessoa do imperativo]