PT
BR
Pesquisar
Definições



baratinado

A forma baratinadopode ser [masculino singular particípio passado de baratinarbaratinar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
baratinadobaratinado
( ba·ra·ti·na·do

ba·ra·ti·na·do

)


adjectivoadjetivo

1. Que se baratinou.

2. Que se desorientou ou desconcentrou. = ATARANTADO

etimologiaOrigem etimológica:particípio de baratinar.
baratinarbaratinar
( ba·ra·ti·nar

ba·ra·ti·nar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e pronominal

1. [Informal] [Informal] Causar ou sentir confusão. = CONFUNDIR


verbo transitivo

2. [Informal] [Informal] Enganar intencionalmente.

etimologiaOrigem etimológica:francês baratiner, tagarelar, levar à certa, engatar.


Dúvidas linguísticas



Tenho verificado a existência, ao longo do país , de repetição de topónimos; por exemplo: Trofa, Gondar, Bustelo. Qual é a etimologia dessas palavras?
Segundo o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (3.ª ed., Lisboa: Livros Horizonte, 3 vol., 2003), de José Pedro Machado, o topónimo Bustelo, muito frequente em Portugal e na Galiza, talvez seja diminutivo de busto ‘campo de pastagem’. Quanto a Gondar, o autor aventa a hipótese de provir de uma hipotética forma gótica (ou goda) Gunthi-harjis ‘exército para combate’. Por fim, o topónimo Trofa é de origem obscura.



Gostaria de saber como se deve pronunciar a palavra item: "item" ou "aitem" como tantas vezes se ouve?
O substantivo português item tem origem no advérbio latino item, com o significado "da mesma forma" ou "também" e é usado em enumerações ou listas. Em português, esta palavra pode significar "artigo" ou "uma das partes de algo". Relativamente à pronúncia da parte final da palavra, parece haver alguma oscilação entre uma pronúncia alatinada ['it3m] (em que se lê a consoante m, como em estrangeirismos como modem) e uma pronúncia de acordo com as regras gerais da terminação -em ['itãj] (em que -em se lê como uma vogal nasal, à semelhança de em ou nuvem).

Não há, no entanto, nenhum motivo para pronunciar o i inicial como [ai], pois isso não corresponde à pronúncia desta vogal em português; a pronúncia [ai]tem corresponde a uma influência da pronúncia do inglês (como em iceberg ou em ice tea), que não se justifica neste caso.

Os argumentos acima expostos podem aplicar-se a outros latinismos como idem ou ibidem.