Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

coberto

cobertocoberto | adj.
cobertocoberto | n. m.
masc. sing. part. pass. de cobrircobrir
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

co·ber·to |é|co·ber·to |é|1


(latim coopertus, -a, -um, de cooperio, -ire, cobrir completamente)
adjectivo
adjetivo

1. Tapado, resguardado.

2. Forrado.

3. Oculto.

4. Cheio.

5. Protegido; amparado.

6. Que tem côdea de açúcar.

7. Anuviado (tempo).

8. Excedido (lanço).


co·ber·to |ê| ou |é|co·ber·to |ê| ou |é|2


(latim coopertus, -a, -um, de cooperio, -ire, cobrir completamente)
nome masculino

1. Lugar coberto. = ALPENDRE, CABANAL, TELHEIRO

2. Vegetação que cobre o solo (ex.: coberto arbóreo; coberto vegetal arbustivo; coberto herbáceo).

3. O que serve para cobrir. = COBERTURA


co·brir co·brir

- ConjugarConjugar

(latim cooperio, -ire, cobrir completamente)
verbo transitivo

1. Pôr uma coisa em cima de outra para a esconder, adornar, tapar.

2. Juncar, atapetar.

3. Encher.

4. Ser em grande quantidade em.

5. Alargar-se por cima de.

6. Fazer cobrição.

7. Ser mais forte que.

8. Abater.

9. Proteger.

10. Exceder.

11. Lançar terra em roda da haste da planta.

verbo pronominal

12. Pôr o chapéu.

13. Abafar-se.

14. Defender-se.

15. Amparar-se.

16. Toldar-se.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "coberto" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Titã está coberto de compostos orgânicos protegidos por uma atmosfera espessa de nitrogênio..

Em Caderno B

"Em vivo, essas estruturas eram compostas de músculo coberto por pele..

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

...Ténis Sábado 2021/11/06 ATP - Rolex Paris Masters - Paris (França), piso duro ( coberto ) - 13:00 - Djokovic N..

Em Soares Kafe

Elástico coberto de tecido #07..

Em lije handmade

Debaixo de um chapéu de sol coberto de cinzas, Matías Arroncha passa dias e noites inteiras como se estivesse de vigia,...

Em www.ultraperiferias.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).




...para um dia ser de vossa utilidade. Gostaria de saber se na frase acima o emprego do pronome vossa é errado.
Se não analisarmos o contexto, não há nenhuma incorrecção no fragmento frásico que nos apresenta, pois o pronome pessoal vossa pode dizer respeito à segunda pessoa do plural (vós), inferindo-se que essa é a forma de tratamento utilizada (ex.: Aprendei [vós] esta lição, para um dia ser de vossa utilidade).

Deduzimos, no entanto, que a dúvida diz respeito à utilização do pronome de segunda pessoa vosso no contexto de um tratamento por vocês, que corresponde a uma terceira pessoa gramatical.

Esta utilização é muito comum e está a ser cada vez mais aceite, apesar de ser desaconselhada por alguns gramáticos, que aconselhariam o uso do pronome seu, sua no mesmo contexto (ex.: Aprendam [vocês] esta lição, para um dia ser de sua utilidade).

O Dicionário da Língua Portuguesa da Academia das Ciências de Lisboa, por exemplo, apesar de registar no verbete vosso que este pronome é usado no tratamento por vós e no tratamento por vocês observa que "no uso mais purista da língua, aconselha-se seu, sua em vez de vosso, vossa para o tratamento por vocês".

pub

Palavra do dia

con·ge·ni·al con·ge·ni·al


(con- + genial)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme ao génio ou à índole de alguém ou de alguma coisa (ex.: era a rebeldia congenial da adolescência). = INERENTE

2. Próprio por natureza; que vem desde o nascimento (ex.: sentimentos congeniais; virtude congenial). = CONATO, CONGÉNITO, INATO, INGÉNITO, NATO, NATURAL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/coberto [consultado em 02-12-2021]