PT
BR
Pesquisar
Definições



chato

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
chatochato
( cha·to

cha·to

)


adjectivoadjetivo

1. Sem relevo. = CHÃO, LISO, PLANOACIDENTADO, IRREGULAR

2. Que não tem irregularidades ou asperezas. = LISO

3. Que tem pouca profundidade. = BAIXO, RASO

4. Que tem pouca altura ou grossura. = RASTEIRO

5. Cuja curvatura se nota pouco (ex.: peito chato). = LISO

6. Que não tem a forma que é habitual ter (ex.: pé chato).

7. Que não tem originalidade ou carácter distintivo. = ACANHADO, VULGAR

8. Que não estimula ou não tem interesse. = INSÍPIDO, VAZIO


adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino

9. [Informal] [Informal] Que ou quem aborrece ou incomoda. = IMPORTUNO, MAÇADOR


nome masculino

10. [Entomologia] [Entomologia] Piolho que parasita a púbis. = CARANGO, PIOLHO-LADRO


chato de galocha(s)

[Informal] [Informal] Pessoa muito maçadora.

etimologiaOrigem etimológica:latim *plattus.

Auxiliares de tradução

Traduzir "chato" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Como se pronuncia xenofobia? É xenofobia ou zenofobia?
O x- de xenofobia pronuncia-se ch, como na palavra chave, pois esta é a pronúncia em português para a letra X em início de palavra (ex.: xadrez, xenofobia, xisto, xô). São raros os casos em que a letra x se pronuncia [z] e estes casos correspondem a um contexto intervocálico em algumas palavras começadas por e- (ex.: exagerar, exemplo, existir, exótico, exuberante) ou nos seus derivados (ex.: coexistir, inexacto, preexistir, reexaminar, sobreexaltar [ou sobre-exaltar, segundo o Acordo Ortográfico de 1990 - ver Base XVI, 1.º, alínea b)]).



As palavras Malanje, Uíje, Cassanje, etc., levam a letra g ou j ?
Os topónimos angolanos referidos deverão ortografar-se correctamente nas formas Malanje, je e Caçanje (esta última grafia corresponde também ao nome comum caçanje).

É esta a grafia registada nas principais obras de referência para o português europeu, nomeadamente no Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa (Coimbra: Atlântida Editora, 1947) e no Vocabulário da Língua Portuguesa (Coimbra: Coimbra Editora, 1966), de Rebelo Gonçalves, ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Lisboa: Âncora Editora, 2001). Apesar disso, é esmagadora a ocorrência de grafias alternativas como *Malange, *Uíge, *Cassange ou *Cassanje (o asterisco indica incorrecção, de acordo com as obras de referência para a ortografia e com a tradição lexicográfica).

É de referir que com o Acordo Ortográfico de 1990 (nomeadamente na Base III) não há qualquer alteração a este respeito.