Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cativar

cativarcativar | v. tr. e pron. | v. tr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·ti·var ca·ti·var

- ConjugarConjugar

(latim captivo, -are, fazer cativo)
verbo transitivo e pronominal

1. Tornar ou ficar cativo; tirar ou perder a liberdade; reduzir ou ficar reduzido a cativeiro. = APRISIONAR, CAPTURAR, PRENDER, SUBJUGAR, SUJEITARLIBERAR, LIBERTAR, SOLTAR

2. Conseguir ou dirigir a atenção, o interesse, a estima ou o amor. = ATRAIR, CONQUISTAR, ENCANTAR, SEDUZIRAFASTAR, REPELIR, REPULSAR

verbo transitivo

3. Reduzir à obediência; limitar ou inibir a vontade de. = DOMINAR, SUBJUGAR, SUJEITAR

4. Guardar ou manter em seu poder (ex.: cativar memórias felizes). = CONSERVAR, RETER

5. [Pouco usado]   [Pouco usado]  Hipotecar.

6. [Portugal]   [Portugal]   [Finanças]   [Finanças]  Não atribuir verbas ou montantes previstos para despesas (ex.: o Governo vai cativar despesa no valor de vários milhões de euros).

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "cativar" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Dúvidas linguísticas


Agradecia que me informassem o significado e a origem das seguintes palavras: almosquia e cadaveiras.
Nenhum dos dicionários de língua portuguesa ao nosso dispor regista as palavras que refere, por isso assumimos que se trate de nomes próprios, mais especificamente de topónimos. Em relação a Almosquia, e apesar de termos tomado conhecimento, através de pesquisas na internet, de que existe um arruamento em Cascais com esse nome, não conseguimos encontrar qualquer informação etimológica. No que diz respeito a Cadaveiras, o Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa (Vol. I, Editorial Confluência, Lisboa, s. d. [1984], p. 306), da autoria do recentemente falecido José Pedro Machado, informa-nos de que o topónimo Cadaveira, que se pode encontrar nas regiões de Águeda, de Santiago do Cacém e na Galiza, provém do substantivo feminino cádava ou cadava, do qual derivará também o topónimo Cadaval.



Costumo usar frequentemente o termo vai vir, apesar de ter a noção que algures alguém me disse que está em desuso, mas que é correcto usar-se, porque se trata do reforço de uma acção. Gostava de saber a vossa opinião.
Do ponto de vista sintáctico e semântico, a locução verbal vai vir está correctamente formada, pois utiliza o verbo ir como auxiliar e o verbo vir como verbo principal, à semelhança de outras construções análogas com este auxiliar para indicar o futuro (ex.: Ele amanhã não vai trabalhar; O atleta vai iniciar a prova). Não se trata de um reforço da acção, mas de uma indicação temporal de uma acção que acontecerá no futuro ou está iminente e é uma construção muito usada, nomeadamente na oralidade, em substituição do futuro do indicativo (ex.: a construção ele vai vir amanhã é mais frequente do que ele virá amanhã, da mesma forma que a construção ele não vai trabalhar é muito mais frequente do que ele não trabalhará).
As locuções verbais com o verbo ir como auxiliar do verbo vir (vai vir) ou do verbo ir (vai ir), e todas as flexões possíveis do verbo auxiliar, são por vezes consideradas desaconselhadas sem que para tal haja outro motivo linguístico pertinente que não o de serem construções mais usadas num registo informal.

pub

Palavra do dia

bi·po·la·ri·da·de bi·po·la·ri·da·de


(bipolar + -idade)
nome feminino

1. Qualidade do que é bipolar.

2. Estado do que tem dois pólos contrários.

3. [Psiquiatria]   [Psiquiatria]  Perturbação de humor caracterizada por alternância entre estados depressivos e estados de excitação eufórica.


SinónimoSinônimo Geral: BIPOLARISMO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/cativar [consultado em 30-03-2023]