Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

capote

capotecapote | n. m.
1ª pess. sing. pres. conj. de capotarcapotar
3ª pess. sing. imp. de capotarcapotar
3ª pess. sing. pres. conj. de capotarcapotar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·po·te ca·po·te


nome masculino

1. Capa comprida e larga, com cabeção e capuz.

2. [Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  Casaco comprido, usado por soldados.

3. [Ornitologia]   [Ornitologia]  O mesmo que galinha-d'angola.

4. [Figurado]   [Figurado]  Disfarce.

6. [Tauromaquia]   [Tauromaquia]  Capinha do toureiro.


dar capote
Não deixar que o parceiro no jogo faça vazas ou não faça trinta tentos no jogo da bisca.

levar capote
Não fazer vazas ao jogo.


ca·po·tar ca·po·tar

- ConjugarConjugar

(capota + -ar)
verbo intransitivo

1. Voltar-se para baixo ou dar voltas sobre si próprio, falando de um automóvel, avião, etc.

verbo transitivo

2. Adaptar uma capota a uma viatura.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "capote" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Carlos Alberto Capote Carvalho, Soldado;;

Em Alberto Helder

intolerável caturra, de capote de frade, debruçado sobre um sebento léxicon, a respigar termos obsoletos para com eles...

Em As minhas Aventuras na Tunolândia

Produtores e distribuidores, porém, vêm ‘sacudindo a água do capote ’..

Em De Rerum Natura

...surgido em A Sangue Frio , de Richard Brooks, adaptado do livro de Truman Capote )..

Em sound + vision

O rapaz Truman Capote , a senhora Mercè Rodoreda..

Em daniel abrunheiro
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Não encontrei a palavra manicáca, que segundo alguns dicionários antigos (Porto Editora) significa afeminado.
A grafia correcta é manicaca ou menicaca. A grafia acentuada, manicáca, é considerada uma forma histórica, isto é, uma grafia que surgiu em textos mais antigos mas que hoje não é aceite como correcta (razão pela qual a editora que menciona, a Porto Editora, deixou de a incluir nos seus dicionários mais recentes).



A palavra secção nos novos dicionários de várias editoras sofre alteração e passa a ser seção depois de aplicado o Acordo Ortográfico e não tem as duas grafias. No vosso conversor, secção não é convertida para seção. De qualquer maneira não faz nenhum sentido retirar o c à palavra secção e confunde-se com a palavra sessão na expressão oral, só se conseguindo distinguir na escrita. Como é que se pode explicar isto? Este acordo ortográfico não faz sentido nenhum nem sequer consigo entender como ninguém faz mais nada.
Como previsto pelo texto do Acordo Ortográfico de 1990, as duplas grafias são aceites pelo corrector ortográfico em casos em que a chamada "norma culta" hesita entre a prolação e o emudecimento das consoantes c e p. A "norma culta", que o texto legal tantas vezes invoca como critério para aproximar a grafia da pronúncia, é difícil de aferir, pelo que, para as opções do corrector ortográfico, a Priberam levou em consideração a transcrição fonética ou as indicações de ortoépia registadas em dicionários e vocabulários.

A grafia da palavra secção não sofre alteração com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, uma vez que, na norma europeia do português, o -c- é pronunciado, como poderá verificar pela consulta de dicionários ou vocabulários com transcrição fonética ou ortoépica, nomeadamente no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa ou no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Este caso é semelhante a outros em que a consoante é pronunciada (ex.: adaptar, facto, intelectual, pacto) e que, consequentemente, não sofrem alteração no português europeu com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990.

A pronúncia se[s]ão não corresponde a uma articulação usual no português europeu, mas sim no português do Brasil, onde a grafia seção é a mais usual e coexiste com a grafia secção, correspondendo cada grafia a uma pronúncia diferente.

Estas diferenças de pronúncia entre a norma europeia do português e a norma brasileira originam que, mesmo com a aplicação do Acordo Ortográfico, sejam privilegiadas grafias diferentes em cada uma das normas (ex.: académico, facto e receção, na norma europeia; acadêmico, fato e recepção, na norma brasileira).

pub

Palavra do dia

guar·den·se guar·den·se


(Guarda, topónimo + -ense)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Relativo ou pertencente à cidade portuguesa da Guarda, no distrito com o mesmo nome.

nome de dois géneros

2. Natural ou habitante da Guarda.


SinónimoSinônimo Geral: EGITANIENSE

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/capote [consultado em 27-11-2021]