PT
BR
Pesquisar
Definições



canelas

A forma canelaspode ser [feminino plural de canelacanela] ou [segunda pessoa singular do presente do indicativo de canelarcanelar].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
canelarcanelar
( ca·ne·lar

ca·ne·lar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo e intransitivo

1. Abrir estrias.

2. Encher as canelas com que se tece.

canelacanela
|né| |né|
( ca·ne·la

ca·ne·la

)
Imagem

Peça cilíndrica das máquinas de costura ou de bordar onde se enrola o fio inferior (ex.: fio de canela).


nome feminino

1. [Botânica] [Botânica] Árvore perene (Cinnamomum zeylanicum) da família das lauráceas, de folhas ovaladas verde-escuras e opostas, flores amarelo-esverdeadas aromáticas dispostas em panículas e bagas de cor púrpura, nativa do Sri Lanca, antigo Ceilão. = CANELEIRA, CANELEIRO

2. Casca interior, castanha e aromática, dessa árvore.

3. Especiaria obtida da casca interior seca dessa árvore, ou de outras do mesmo género Cinnamomum, utilizada em pó ou sob a forma de canudilhos.

4. [Botânica] [Botânica] Designação comum às árvores do género Canella, da família das caneláceas, ou dos géneros Nectandra e Ocotea, da família das lauráceas.

5. [Botânica] [Botânica] Madeira exótica dessas árvores.

6. Parte dianteira da perna desde o pé até ao joelho.

7. Canudo em que se enrola o fio na lançadeira, no tear. = CANILHA

8. Peça cilíndrica das máquinas de costura ou de bordar onde se enrola o fio inferior (ex.: fio de canela).Imagem

9. Fio da trama.

10. [Entomologia] [Entomologia] Insecto lepidóptero (Hipparchia semele), da família dos ninfalídeos, de corpo acastanhado, asas castanhas com manchas amarelas alaranjadas na face superior e três pares de ocelos negros com uma pinta branca no meio.


adjectivo de dois géneros e dois números e nome masculinoadjetivo de dois géneros e dois números e nome masculino

11. Diz-se de ou tom castanho-claro, semelhante ao da canela em pó.Imagem


nome de dois géneros

12. [Brasil] [Brasil] [Etnologia] [Etnologia] Indivíduo dos canelas, grupo de povos indígenas do Nordeste do Brasil.


adjectivo de dois génerosadjetivo de dois géneros

13. [Brasil] [Brasil] [Etnologia] [Etnologia] Relativo aos canelas.


adjectivo de dois géneros e nome masculinoadjetivo de dois géneros e nome masculino

14. [Linguística] [Lingüística] [Linguística] Relativo a ou língua da família jê falada pelos canelas.


azeitar as canelas

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] O mesmo que dar às canelas.

canelas de maçarico

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Pernas compridas e finas.

dar à canela

[Informal] [Informal] O mesmo que dar às canelas.

dar às canelas

[Informal] [Informal] Caminhar depressa ou correr, geralmente fugindo. = DAR AOS CALCANHARES, DAR ÀS PERNAS, DAR ÀS TRANCAS

ensebar as canelas

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] O mesmo que dar às canelas. = AZEITAR AS CANELAS

espichar a canela

[Informal] [Informal] O mesmo que esticar a canela.

esticar a canela

[Informal] [Informal] Morrer. = BATER AS BOTAS, ESPICHAR O PERNIL, ESTICAR O PERNIL

gastar-se como canela

[Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Ter muita saída, geralmente por ter boa aceitação e ser muito desejado.

ir às canelas a alguém

[Informal] [Informal] Bater, espancar.

ir-se abaixo das canelas

[Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Cambalear ou cair por não ter forças nas pernas. = IR-SE ABAIXO DAS CANETAS

[Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Desanimar ou desistir por falta de força, de coragem ou de vontade. = IR-SE ABAIXO DAS CANETAS

morder nas canelas de alguém

[Informal] [Informal] Falar mal de alguém.

não se aguentar nas canelas

[Portugal, Informal] [Portugal, Informal] Cambalear ou cair por não ter forças nas pernas. = NÃO SE AGUENTAR NAS CANETAS

ter canela de cachorro

[Brasil, Informal] [Brasil, Informal] Ter boa resistência física para caminhar muito.

tirado das canelas

Que se apresenta vestido com muito esmero. = AIROSO, BEM-POSTO, ELEGANTE, NOS TRINQUES

etimologiaOrigem etimológica:francês antigo canele, hoje francês cannelle.

Auxiliares de tradução

Traduzir "canelas" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber se escrever ou dizer o termo deve de ser é correcto? Eu penso que não é correcto, uma vez que neste caso deverá dizer-se ou escrever deverá ser... Vejo muitas pessoas a usarem este tipo de linguagem no seu dia-a-dia e penso que isto seja uma espécie de calão, mas já com grande influência no vocabulário dos portugueses em geral.
Na questão que nos coloca, o verbo dever comporta-se como um verbo modal, pois serve para exprimir necessidade ou obrigação, e como verbo semiauxiliar, pois corresponde apenas a alguns dos critérios de auxiliaridade geralmente atribuídos a verbos auxiliares puros como o ser ou o estar (sobre estes critérios, poderá consultar a Gramática da Língua Portuguesa, de Maria Helena Mira Mateus, Ana Maria Brito, Inês Duarte e Isabel Hub Faria, pp. 303-305). Neste contexto, o verbo dever pode ser utilizado com ou sem preposição antes do verbo principal (ex.: ele deve ser rico = ele deve de ser rico). Há ainda autores (como Francisco Fernandes, no Dicionário de Verbos e Regimes, p. 240, ou Evanildo Bechara, na sua Moderna Gramática Portuguesa, p. 232) que consideram existir uma ligeira diferença semântica entre as construções com e sem a preposição, exprimindo as primeiras uma maior precisão (ex.: deve haver muita gente na praia) e as segundas apenas uma probabilidade (ex.: deve de haver muita gente na praia). O uso actual não leva em conta esta distinção, dando preferência à estrutura que prescinde da preposição (dever + infinitivo).



Qual o adjetivo relativo ao substantivo plexo?
Nas obras de referência consultadas, não encontrámos registo de nenhum adjectivo relativo a plexo, a não ser no Dicionário Médico de L. Manuila (Lisboa: Climepsi Editores, 2001), onde plexural aparece registado como o adjectivo relativo a plexo. Este vocábulo plexural é de formação irregular em português (o regular seria, por exemplo, plexal ou pléxico, formas não atestadas), sendo um empréstimo da língua inglesa, fenómeno relativamente frequente em áreas técnicas como a anatomia.