Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

camisa

camisacamisa | n. f.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·mi·sa ca·mi·sa


(latim camisia, -ae)
nome feminino

1. [Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  Peça de roupa de tecido leve, que cobre o tronco, geralmente com colarinho, botões à frente e mangas de comprimento variável.Ver imagem

2. Conjunto de folhas que envolvem o milho em espiga.Ver imagem = CARAPELA, FOLHELHO

3. Membrana embrionária do trigo.

4. Envoltório.

5. Invólucro de certas luzes.

6. [Chapelaria]   [Chapelaria]  O feltro, como vem da fula para o chapéu.

7. [Construção]   [Construção]  Argamassa com que se reboca a parede.

8. [Construção]   [Construção]  Parede delgada que separa as chaminés dos diferentes andares.

9. [Marnotagem]   [Marnotagem]  Ligeira cobertura de sal no fundo dos meios das marinhas.

10. [Náutica]   [Náutica]  Pano embebido em pez e sebo que se prega nos navios para os crestar.

11. [Zoologia]   [Zoologia]  Pele da cobra.


camisa de dormir
O mesmo que camisa de noite.

camisa interior
[Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  Peça de roupa, geralmente de tecido leve, que se veste junto ao corpo. = CAMISOLA INTERIOR

em camisa
Sem mais roupa que a camisa.

camisa de noite
[Vestuário]   [Vestuário]   [Vestuário]  Peça de roupa, de largura e comprimento variáveis, semelhante a um vestido ou a uma túnica, usada para dormir. = CAMISA DE DORMIR

sem camisa
Em situação de pobreza, falência.

suar a camisa
Fazer trabalho pesado.

vestir a camisa
[Brasil]   [Brasil]  Empenhar-se incondicionalmente numa causa, numa tarefa ou num projecto. = VESTIR A CAMISOLA

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "camisa" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Não pela camisa ou por alguma questão de rivalidade, mas pelo momento dos dois times..

Em www.brasilyonnais.com.br

No segundo, o camisa 22 fez jogada individual e acertou lindo chute no canto..

Em www.brasilyonnais.com.br

" "Mentira, eu estou de camisa branca!!

Em Chá Verde

de camisa lavada fazer a pé por cima dos cadáveres quentes o indiferente percurso do falso...

Em #poesia

...Jersey By Agu Customized Cycling Apparel Designed For P S Nachtdistributie Steenbergen Netherlands Interested Camisa Camiseta Design Specialize Make Your Own Custom Bike Cycling Jersey

Em Luiz Martins
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Na frase dei de caras com um leão, qual a função sintáctica das expressões de caras e com um leão?
A locução verbal dar de caras corresponde a uma expressão idiomática do português, que por esse motivo não é habitualmente decomposta, equivalendo a um verbo como deparar-se ou a outra locução verbal como encontrar subitamente. Na frase apontada, pode no entanto considerar-se a expressão de caras como um modificador adverbial (designado por complemento circunstancial na gramática tradicional), indicando o modo como se processa a acção expressa pelo verbo dar (equivalente, por exemplo a subitamente numa frase como deu subitamente com um leão).
A expressão com um leão pode ser considerada complemento indirecto seleccionado pelo verbo dar, pois com um leão é um complemento nominal introduzido indirectamente pela preposição com.




Sempre aprendi que o correto era falar supérfulo. Porém de uns anos para cá vejo pessoas falando supérfluo e sempre imaginei que elas estavam falando errado. Procurei no dicionário Priberam e vi que supérfulo não existe. Está incorreto mesmo? Realmente não existe? Se eu falar vou passar vergonha? Sempre aprendi que assim era correto e sentirei dificuldade de falar supérfluo pois sempre imaginei ser errado. Podem me ajudar e me dizer qual das pronúncias está correta e se supérfulo realmente está errado?
A única forma correcta e atestada em dicionários é supérfluo, adjectivo derivado do latim superfluus.
O fenómeno que acontece em supérfluo, quando erradamente pronunciado ou escrito *supérfulo, é denominado por metátese e corresponde a uma troca de letras ou sons no interior de uma palavra. Há casos em que a metátese reflecte uma mudança linguística, isto é, corresponde efectivamente a uma alteração na evolução de uma palavra enquadrada na história da língua (é o caso, por exemplo, do advérbio latino semper que evoluiu para o português sempre). Não parece, porém, tratar-se de mudança linguística o que acontece com a metátese em supérfluo, quando pronunciado ou escrito *supérfulo. Em português, a estrutura regular de uma sílaba é uma sequência consoante-vogal (ex.: ba-ta-ta); há inúmeros casos que não seguem esta estrutura, mas esta é estatisticamente aquela que é mais frequente. Por este motivo, muitos falantes tendem a manter este padrão na pronúncia e a sequência consonântica -fl- seguida da sequência vocálica -uo em supérfluo é transformada numa sequência consoante-vogal-consoante-vogal (-fulo), fazendo uma regularização silábica abusiva e originando uma forma incorrecta *supérfulo.

Poderá consultar também outra resposta sobre o mesmo assunto em pronúncia de impregnar.

pub

Palavra do dia

sar·ra·bis·car sar·ra·bis·car


(sarrabisco + -ar)
verbo transitivo e intransitivo

Fazer sarrabiscos. = GARATUJAR, RABISCAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/camisa [consultado em 28-10-2021]