Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

cagada

cagadacagada | n. f.
fem. sing. part. pass. de cagarcagar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·ga·da ca·ga·da


(feminino de cagado, particípio de cagar)
nome feminino

1. [Calão]   [Tabuísmo]  Acto de defecar.

2. [Calão]   [Tabuísmo]  Dejecção.

3. [Calão]   [Tabuísmo]  Sujidade, porcaria.

4. [Calão]   [Tabuísmo]  Coisa malfeita ou mal-acabada.

5. [Calão]   [Tabuísmo]  Boa sorte de que não se estava à espera; golpe de sorte.


ca·gar ca·gar

- ConjugarConjugar

(latim caco, -are)
verbo intransitivo

1. [Calão]   [Tabuísmo]  Expulsar (excrementos) pelo ânus. = DEFECAR, EVACUAR

verbo transitivo e pronominal

2. [Calão]   [Tabuísmo]  Sujar ou sujar-se. = EMPORCALHAR

verbo transitivo, intransitivo e pronominal

3. [Calão]   [Tabuísmo]  Não dar importância a; ter desprezo por. = DESCONSIDERAR, DESPREZAR

verbo pronominal

4. [Calão]   [Tabuísmo]  Sujar-se com fezes. = BORRAR-SE

5. [Calão]   [Tabuísmo]  Ter muito medo. = BORRAR-SE

6. [Calão]   [Tabuísmo]  Sair-se mal.


cagar e andar
[Calão]   [Tabuísmo]  Não dar nenhuma importância a.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "cagada" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

A Al- Cagada , o Daesh, o bakoram da Nigéria, ou

Em DRAGOSCÓPIO

Mas essa reação era previsível, e o PT cometeu mais uma cagada ao publicar a revistinha..

Em www.tonygoes.com.br

...amigo ir até a casa, onde matou a mulher e diz que 'tem uma cagada lá dentro..

Em Caderno B

Eu às vezes acho que a minha geração é totalmente cagada , mas acho que exageraram um pouco..

Em C

VAI SAIR CAGADA OUTRA VEZ!!

Em Fonte do Lavra
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostava de saber se a vossa ferramenta FLiP pode corrigir palavras com especificação de gênero, sugerindo palavras que não especificam gênero masculino ou feminino. Por exemplo, a correção de "menino" para "menine", para ser neutro.
O FLiP (Ferramentas para a Língua Portuguesa) oferece verificação e sugestões de correcção em casos de concordâncias de género, número e pessoa. No entanto, no caso especificado não se trata de um erro de concordância, mas de uma tomada de posição sociopolítica que, por opção individual, se reflecte linguisticamente, e que os correctores ortográficos, sintácticos e estilísticos não incorporam por não se tratar de prática generalizada pelos falantes e escreventes do português nem estar consignada pelos instrumentos legais que dispõem sobre a ortografia da língua portuguesa.
Adicionalmente, deve referir-se que, em português, o género gramatical não corresponde sempre ao sexo da entidade referente. Além disso, a língua portuguesa, tal como é usada pelos falantes e descrita pelas gramáticas, não tem género neutro, sendo o género em português uma categoria morfossintáctica dos nomes que admite apenas dois valores (feminino e masculino).

Em geral, quando associado a um nome animado, o género aplica-se a entidades de sexo masculino ou feminino, mas a oposição de género masculino/feminino não se limita a esta distinção, havendo, principalmente nos nomes inanimados, convenções linguísticas que não têm nenhum referente relacionado com o sexo (ex.: o frasco , a garrafa). Para além disso, os nomes epicenos (ex.: elefante [fêmea/macho]) e os nomes sobrecomuns (ex.: o cônjuge; a vítima), apesar de terem um valor único de género, podem designar entidades de sexo feminino ou masculino.
Os nomes de dois géneros (ou nomes comuns de dois), quando a mesma forma se pode aplicar ao género feminino e ao masculino, são ambíguos quanto ao género, mas o contexto sintáctico geralmente resolve essa ambiguidade (ex.: a/o estudante aplicada/o). A oposição de género reflecte-se ainda na referência ou substituição por um pronome, na concordância com modificadores (adjectivos, por exemplo) ou na presença de sufixos ou desinências.

A alteração de menino ou menina para *menine, *meninx, *menin@ ou outro tipo de soluções gráficas sem marcação de género não seria propriamente uma correcção, pois do ponto de vista ortográfico essas seriam consideradas formas erradas, uma vez que a ortografia é a parte da língua mais convencional e a única sujeita a textos legais. A alteração para desinências sem marcação explícita de género é uma opção individual do utilizador da língua, que o corrector automático não pode aplicar à generalidade dos usuários nas frases típicas alvo de correcção.




Encontramos por vezes escrito portofólio ou portofolio e portefólio ou portefolio. Confuso? Bastante. Mas, na verdade a professora de português da minha filha (no 5.ºano) sugere portofolio. Ora acontece que a mim não me soa nada bem... Podiam-me dar uma ajuda?
A questão colocada diz respeito a uma adaptação ao português de uma palavra estrangeira, portfolio, importada do inglês. Esta palavra pode ser usada na sua forma original (portfolio, sem acento), mas já há algumas propostas de aportuguesamento da sua ortografia.

Tanto o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea, da Academia das Ciências, como o Dicionário Houaiss, do Círculo de Leitores, propõem o aportuguesamento com a forma portefólio. O Grande Dicionário Língua Portuguesa, da Porto Editora, regista também a forma portefólio, remetendo-a para portfólio, num aportuguesamento menos consensual (com um grupo consonântico -rtf- inexistente noutras palavras portuguesas).

Há ainda uma outra forma, porta-fólio, registada há mais tempo (por exemplo, no Novo Dicionário da Língua Portuguesa de Cândido de Figueiredo, de 1913, ou no Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves, de 1966), mas porventura muito menos frequente para os sentidos mais usuais na actualidade, ligados a um conjunto de imagens ou ao suporte que reúne essas imagens. Dos dicionários referidos, o Houaiss regista esta forma, mas não com os sentidos mencionados e o da Porto Editora remete simplesmente para a forma portfólio, que considera preferencial.

Não surgem registadas em nenhuma obra de referência as formas portofolio ou portofólio, nem a sua formação faz qualquer sentido do ponto de vista etimológico.

Qualquer destas variantes é usada com os sentidos de "carteira para guardar documentos"; "dossiê com informação para apresentar um produto ou uma pessoa profissionalmente"; "carteira de títulos de um investidor".

pub

Palavra do dia

vi·trí·o·lo vi·trí·o·lo


(latim tardio vitriolum, do latim vitrum, -i, vidro)
nome masculino

[Antigo]   [Antigo]   [Química]   [Química]  Nome vulgar do ácido sulfúrico e de alguns sulfatos.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/cagada [consultado em 26-09-2022]