Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

bordão

bordãobordão | n. m.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

bor·dão bor·dão


(latim burdo, -onis, macho, mula)
nome masculino

1. Pau que serve para apoio de quem caminha (ex.: um dos peregrinos passou agarrado a um bordão).Ver imagem = CAJADO, VARAPAU

2. [Figurado]   [Figurado]  Aquilo que ajuda. = ARRIMO, AUXÍLIO

3. [Armamento]   [Armamento]  Corda de arco de atirar.

4. [Linguística]   [Lingüística]   [Linguística]  Palavra ou locução esvaziada de sentido e sem função morfossintáctica, que se usa ou repete no discurso, geralmente de forma inconsciente ou automática, por vezes como forma de apoio em momentos de hesitação, esquecimento ou reformulação do pensamento (ex.: os bordões portanto e é assim são característicos do registo coloquial).

5. [Música]   [Música]  Corda grossa de certos instrumentos.

6. [Música]   [Música]  Tom invariável que serve de baixo na gaita-de-foles, sanfona, etc.

7. [Música]   [Música]  Cano de gaita-de-foles que é geralmente colocado sobre o ombro do gaiteiro. = RONCÃO

8. [Música]   [Música]  Registo de diapasão grave do órgão.

9. [Botânica]   [Botânica]  Espécie de palmeira de que se faz o maluvo.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "bordão" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Os bolsonaristas repetem o bordão desde abril, quando o capitão disse que esperava “o povo dar uma sinalização” para...

Em blog0news

...eu sou mais simpático à segunda, mas não dá pra deixar de usar o bordão "na real a coisa não é tão simples assim..

Em samba do avi

, ainda, um bordão para os caminhos difíceis..

Em Estação Cronográfica

Tanto que o personagem já tinha um bordão que o próprio Chico criou que era o ‘estou porraqui’..

Em Caderno B

Como diz o bordão criado pela atriz Ilana Kaplan, que fez sucesso na

Em blog0news
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Consultando um site estrangeiro sobre bandeiras e numa tradução apressada encontrei vixiologia como a palavra para o estudo das mesmas. Ora, aparentemente, não existe esta palavra em português. Assim solicito me indiquem qual a palavra correcta.
A palavra correcta para este estudo é vexilologia (a palavra está registada no Dicionário Houaiss e no Vocabulário Ortográfico da Academia Brasileira de Letras).



A palavra secção nos novos dicionários de várias editoras sofre alteração e passa a ser seção depois de aplicado o Acordo Ortográfico e não tem as duas grafias. No vosso conversor, secção não é convertida para seção. De qualquer maneira não faz nenhum sentido retirar o c à palavra secção e confunde-se com a palavra sessão na expressão oral, só se conseguindo distinguir na escrita. Como é que se pode explicar isto? Este acordo ortográfico não faz sentido nenhum nem sequer consigo entender como ninguém faz mais nada.
Como previsto pelo texto do Acordo Ortográfico de 1990, as duplas grafias são aceites pelo corrector ortográfico em casos em que a chamada "norma culta" hesita entre a prolação e o emudecimento das consoantes c e p. A "norma culta", que o texto legal tantas vezes invoca como critério para aproximar a grafia da pronúncia, é difícil de aferir, pelo que, para as opções do corrector ortográfico, a Priberam levou em consideração a transcrição fonética ou as indicações de ortoépia registadas em dicionários e vocabulários.

A grafia da palavra secção não sofre alteração com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, uma vez que, na norma europeia do português, o -c- é pronunciado, como poderá verificar pela consulta de dicionários ou vocabulários com transcrição fonética ou ortoépica, nomeadamente no Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa ou no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Este caso é semelhante a outros em que a consoante é pronunciada (ex.: adaptar, facto, intelectual, pacto) e que, consequentemente, não sofrem alteração no português europeu com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990.

A pronúncia se[s]ão não corresponde a uma articulação usual no português europeu, mas sim no português do Brasil, onde a grafia seção é a mais usual e coexiste com a grafia secção, correspondendo cada grafia a uma pronúncia diferente.

Estas diferenças de pronúncia entre a norma europeia do português e a norma brasileira originam que, mesmo com a aplicação do Acordo Ortográfico, sejam privilegiadas grafias diferentes em cada uma das normas (ex.: académico, facto e receção, na norma europeia; acadêmico, fato e recepção, na norma brasileira).

pub

Palavra do dia

er·ra·di·car er·ra·di·car

- ConjugarConjugar

(latim eradico, -are)
verbo transitivo

1. Arrancar pela raiz (ex.: vamos erradicar as plantas doentes). = DESARRAIGAR, EXTIRPAR

2. Fazer desaparecer (ex.: a vacinação erradicou a varíola; refere a necessidade de erradicar a pobreza e reduzir as desigualdades). = AFASTAR, ELIMINAR, EXCLUIR, EXPULSAR

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/bord%C3%A3o [consultado em 17-10-2021]