Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

arrieira

arrieiraarrieira | n. f.
fem. sing. de arrieiroarrieiro
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ar·ri·ei·ra ar·ri·ei·ra


nome feminino

Carbúnculo maligno no recto do gado bovino.


ar·ri·ei·ro ar·ri·ei·ro


nome masculino

1. Peão que acompanha cavalgaduras de alquiler.

2. Almocreve.

3. [Figurado]   [Figurado]  Homem malcriado.

pub

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

: Ana Brod, Andressa Almeida, Artur Leão, Helena Schwonke, Henrique Arrieira , Isis Borges, Luciana Santos, Marisângela Farias, Méri Cabaldi, Silvana Bandeira e Vera Levien..

Em Pelotas, Capital Cultural
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


No programa de hoje da R.T.P. " Bom Dia Portugal" na rubrica "Em bom português", questiona-se se deve dizer: duzentas gramas ou duzentos gramas? Afirma-se que a resposta correcta é: "duzentos gramas" porque grama é um submúltiplo do quilograma. Ora, eu tenho apenas a quarta classe do ensino primário de 1951, mas nesse tempo aprendi que grama, metro, caloria, etc. são unidades e quilograma, quilómetro, quilocaloria, etc, são múltiplos com mil unidades. Como gosto de falar o melhor Português, (dentro das minhas limitações literárias) gostaria de obter uma explicação, mais convincente ou de saber se, pela mesma razão, deve dizer-se "duzentos calorias"?
De facto, o argumento referido é pouco claro. O motivo por que a resposta é "duzentos gramas" é porque grama, enquanto unidade de medida, é um substantivo masculino, como pode verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. É por essa razão que quilograma, formado pela junção do prefixo quilo- ao substantivo grama, é masculino, e não o contrário.



Gostaria de saber qual destas frases não segue as regras gramaticais:
A. informei-o que o curso iria começar em Fevereiro.
B. por que razão vens tão tarde?
C. há a constatação de que a terra está a aquecer.
Nenhuma das três frases que refere pode ser considerada incorrecta ou agramatical, embora a estrutura da frase A, com a omissão da preposição de pertencente à estrutura do verbo informar (ex. informei-o [de] que o curso iria começar em Fevereiro), não seja consensualmente aceite e deva ser evitada em contextos formais ou num discurso mais cuidado.

Relativamente à frase B e às dúvidas que a distinção porque/por que possa suscitar, por favor consulte a resposta porque / por que, porquê /por quê.

pub

Palavra do dia

pi·na·co·te·ca |é|pi·na·co·te·ca |é|


(latim pinacotheca, -ae, do grego pinakothêke, -és)
nome feminino

1. Museu de obras de pintura.

2. Colecção de obras de pintura.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/arrieira [consultado em 18-05-2022]