PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

viragem

guinada | n. f.

Acto ou efeito de guinar....


viradela | n. f.

Acto ou efeito de virar....


viragem | n. f.

Acção ou efeito de virar....


virofixagem | n. f.

Operação fotográfica que efectua simultaneamente a viragem e a fixagem das provas....


Primeiro ataque ao organismo por um germe cujo aparecimento se caracteriza pela positividade ("viragem") da cutirreacção (ex.: primo-infecção tuberculosa)....


estar | v. cop. | v. tr. | v. auxil. | n. m.

Ter chegado a ou ter atingido determinada situação ou ocasião (ex.: estamos num ponto de viragem; estou com problemas; o carro está à venda)....


virada | n. f.

Acto ou efeito de virar....


ponto | n. m. | n. 2 g.

Porção de fio que fica entre duas pontadas de agulha ou em cada furo de sovela....



Dúvidas linguísticas



Gostava de saber o grau superlativo absoluto sintético das seguintes palavras: velho, esperto, forte e mau.
Os adjectivos velho, esperto, forte e mau flexionam no grau superlativo absoluto sintético como velhíssimo, espertíssimo, fortíssimo e malíssimo/péssimo, respectivamente.



Numa frase: o fulano leva-nos o dinheiro todo. Eu quero abreviar: o fulano leva-no-lo todo. Será correcto?
Como poderá constatar na Gramática do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na secção Pronomes, o pronome clítico de complemento directo de terceira pessoa masculino é o, sendo que, quando é antecedido de uma forma verbal ou de outro clítico terminado em s, se lhe acrescenta um l (ex.: leva-nos o dinheiro = leva-no-lo; comprou-vos o terreno = comprou-vo-lo; chamámos o professor = chamámo-lo). A mesma regra se aplica, obviamente, em caso de flexão do pronome clítico em questão (ex.: leva-nos as malas = leva-no-las; comprou-vos a casa = comprou-vo-la; chamámos os professores = chamámo-los).

Ver todas