PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

rezar

rezadeiro | adj.

Que reza muito; que é muito beato....


Palavras que se repetem em rezas litúrgicas; empregam-se familiarmente para exprimir satisfação, quando termina uma coisa que causava tédio ou fadiga....


lúgubre | adj. 2 g.

Relativo a luto (ex.: cortejo lúgubre; rezas lúgubres)....


almocela | n. f.

Espécie de manta ou capuz....


díptico | n. m. | adj.

Conjunto de registos monásticos que tinham os nomes dos bispos e benfeitores por quem se devia rezar....


missa | n. f.

Na religião católica, celebração do sacrifício do corpo e do sangue de Jesus Cristo, que é feito no altar pelo ministério do padre....


trindade | n. f. | n. f. pl.

Toque ou conjunto de badaladas para anunciar essa reza ou chamar os fiéis a rezar as ave-marias....


amenta | n. f. | n. f. pl.

Acto de amentar....


cartilha | n. f.

Livro dos primeiros rudimentos de leitura....


estação | n. f.

Paragem de procissão ou irmandade, para se rezar alguma oração....


horto | n. m. | n. m. pl.

Jardim das Oliveiras, onde Cristo foi rezar na véspera da sua morte....


reza | n. f.

Acto ou efeito de rezar....


rezada | n. f.

Reza que se faz em comum pelos mortos....


rezadeira | n. f.

Mulher que faz rezas ou deita cartas para prever o futuro e afugentar males....


rezão | n. m.

Aquele que reza muito....


rezo | n. m.

Acto ou efeito de rezar....


matina | n. f. | n. f. pl.

Primeira claridade da manhã; começo do dia....


benzedura | n. f.

Acto de benzer, acompanhado de rezas supersticiosas....


cinquena | n. f.

Período de cinco dias....



Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Como se escreve: quere-la ou querêla?
As grafias quere-la, querê-la e querela são formas parónimas, isto é, formas diferentes com grafia e som semelhantes.

As formas quere-la e querê-la correspondem a formas verbais do verbo querer seguidas do clítico a, na forma -la (o pronome clítico -a assume a forma -la quando a forma verbal que o precede termina em -r, -s ou -z); quere-la pode transcrever-se foneticamente ['k3rilá] e corresponde à segunda pessoa do presente do indicativo (ex.: tu queres a sopa? = quere-la?), enquanto querê-la pode transcrever-se foneticamente [ki'relá] e corresponde ao infinitivo (ex.: para alcançares alguma coisa, tens de querê-la muito).

A grafia querela pode transcrever-se foneticamente [ki'r3lá] e corresponde a um substantivo feminino, cujo significado poderá consultar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.


Ver todas