Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "reanimado" nas definições

balsâmico | adj.
    Que tem as propriedades do bálsamo....

sursum corda | loc.
    Palavras que o padre pronuncia na missa, no rito latino, no princípio do prefácio; empregam-se para reanimar os espíritos, para levantar os ânimos, em qualquer circunstância grave....

monitor | n. m.
    Aquele que dá conselhos, lições, etc....

zumbi | n. m.
    Indivíduo morto cujo cadáver se crê ter sido reanimado....

anestesiologia | n. f.
    Ramo da medicina que se dedica ao estudo das técnicas de anestesia e de reanimação....

noradrenalina | n. f.
    Substância orgânica do grupo das catecolaminas, produzida pelas glândulas supra-renais, que desempenha funções de hormona ou de neurotransmissor, influenciando a ansiedade, o sono e a alimentação e que é administrada em casos de reanimação cardíaca ou de hipotensão brusca....

norepinefrina | n. f.
    Substância orgânica do grupo das catecolaminas, produzida pelas glândulas supra-renais, que desempenha funções de hormona ou de neurotransmissor, influenciando a ansiedade, o sono e a alimentação e que é administrada em casos de reanimação cardíaca ou de hipotensão brusca....

recobro | n. m.
    Acto ou efeito de recobrar....

reanimador | adj. n. m.
    Que ou aquele que reanima....

avivar | v. tr. | v. pron.
    Dar vivacidade a....

confortar | v. tr. | v. tr. e pron.
    Tornar confortável (ex.: a remodelação confortou o hotel)....

desembaçar | v. tr., intr. e pron. | v. tr.
    Tirar a cor baça a....

desentorpecer | v. tr. | v. pron.
    Fazer sair do torpor ou entorpecimento....

galvanizar | v. tr.
    Electrizar por meio de pilha galvânica ou voltaica....

reanimar | v. tr. e pron.
    Tornar a animar....

Dúvidas linguísticas


Ouve-se em certos telejornais expressões como a cujo ou em cujo; contudo gostaria de saber se gramaticalmente a palavra cujo pode ser antecedida de preposição.
O uso do pronome relativo cujo, equivalente à expressão do qual, pode ser antecedido de preposição em contextos que o justifiquem, nomeadamente quando a regência de alguma palavra ou locução a tal obrigue. Nas frases abaixo podemos verificar que o pronome está correctamente empregue antecedido de várias preposições (e não apenas a ou em) seleccionadas por determinadas palavras (nos exemplos de 1 e 2) ou na construção de adjuntos adverbiais (nos exemplos de 3 e 4):

1) O aluno faltou a alguns exames. O aluno reprovou nas disciplinas a cujo exame faltou. (=O aluno reprovou nas disciplinas ao exame das quais faltou);
2) Não haverá recurso da decisão. Os casos serão julgados pelo tribunal, de cuja decisão não haverá recurso. (=Os casos serão julgados pelo tribunal, dadecisão do qual não haverá recurso);
4) Houve danos em algumas casas. Os moradores em cujas casas houve danos foram indemnizados. (=Os moradores nas casas dos quais houve danos foram indemnizados);
5) Exige-se grande responsabilidade para o exercício desta profissão. Esta é uma profissão para cujo exercício se exige grande responsabilidade. (=Esta é uma profissão para o exercício da qual se exige grande responsabilidade).




Quando se quer formar o diminutivo (usando a desinência "-inho") de um substantivo, levamos em consideração também a desinência dessa palavra? Por exemplo, o diminutivo de "problema" será "probleminho" ou "probleminha", de "poeta" "poetinho" ou "poetinha", etc.?
As formas diminutivas correctas com o sufixo -inho são probleminha ou poetinha.

O sufixo diminutivo -inho associa-se ao radical da palavra, mantendo sempre a vogal da forma de base no caso de palavras de tema em -a ou -o (ex.: um carro - um carrinho; uma ajuda - uma ajudinha; um pijama - um pijaminha; uma foto - uma fotinho) e, no caso de palavras de tema em -e ou de tema nulo, substituindo a vogal da forma de base por -a e por -o, consoante os valores de feminino e masculino, respectivamente, da palavra de base (ex.: um bigode - um bigodinho; uma vontade - uma vontadinha; um cordel - um cordelinho; uma flor - uma florinha).

Apesar de à primeira vista parecer semelhante, o sufixo -zinho tem um comportamento diferente na formação de diminutivos, pois associa-se a palavras (e não a radicais), mantendo a vogal temática de acordo com o género da palavra de base (ex.: um livro - um livrozinho; uma ajuda - uma ajudazinha; um pijama - um pijamazinho; uma foto - uma fotozinha; um bigode - um bigodezinho; uma vontade - uma vontadezinha; um cordel - um cordelzinho; uma flor - uma florzinha).

O que foi dito acima para os sufixos -inho e -zinho é válido também para os sufixos -ito e -zito.


Palavra do dia

gran·jo·li·ce gran·jo·li·ce


(granjola + -ice)
nome feminino

[Informal]   [Informal]  Acção que se destina a enganar alguém. = FAJARDICE, GRANJOLADA, INTRUJICE, PATIFARIA, VELHACARIA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/reanimado [consultado em 07-12-2022]