Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "chapista" nas definições

chapeiro | n. m.
    Operário especializado no trabalho com chapas metálicas, geralmente de automóveis....

chapista | n. 2 g. | adj. 2 g. n. 2 g.
    Operário que desempena ou conserta chapas metálicas, geralmente de automóveis, por meio de percussão com martelo ou maço....

Dúvidas linguísticas


Qual das seguintes frases está incorrecta? Queria um copo de água com gelo; Encomendei um colete em seda vermelha ou Vou comprar uma caixa de fósforos.
Do ponto de vista linguístico, nenhuma das frases está incorrecta, pois a preposição de pode ser usada para indicar conteúdo (ex.: copo de água, caixa de fósforos) e a preposição em pode ser usada para indicar matéria (ex.: colete em seda). A informação sobre o uso das preposições nestas expressões pode ser encontrada em obras de referência para o português, nomeadamente em dicionários gerais de língua como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Editorial Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004). Alguns autores, porém, consideram inadequado o uso da preposição em para expressões que indicam matéria, alegando que se trata de galicismo.



Os pronomes pessoais átonos podem ocorrer em início de frase?
Como se pode ler na resposta posição dos clíticos, a colocação dos pronomes átonos apresenta alguns aspectos divergentes entre a norma europeia e a norma brasileira do português. Assim, em Portugal, o pronome átono é colocado geralmente em posição enclítica, após o verbo (ex.: ele ofereceu-me um livro), enquanto no Brasil a posição proclítica, antes do verbo, é mais comum (ex.: ele me ofereceu um livro). Se omitirmos os sujeitos dos exemplos mencionados obtemos, no português do Brasil, uma frase que tem aceitação generalizada na linguagem coloquial (Me ofereceu um livro), resultado da tendência acentuada do uso da próclise, não sendo no entanto aceite pela norma culta, sobretudo na escrita, onde imperam regras fixas menos permissivas.

Palavra do dia

pi·chor·ra |ô|pi·chor·ra |ô|


(picho + -orra)
nome feminino

1. Pichel com bico.

2. [Portugal: Beira]   [Portugal: Beira]  Pequena cântara de barro branco, com bico.

3. [Brasil]   [Brasil]  Jogo em que os intervenientes tentam partir, de olhos vendados e com um pau, um recipiente cheio de guloseimas e prendas, pendurado acima das suas cabeças. = PINHATA

4. [Brasil]   [Brasil]  Recipiente que se enche de guloseimas e prendas, usado nesse jogo. = PINHATA

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Fêmea do cavalo. = ÉGUA

6. [Brasil: São Paulo]   [Brasil: São Paulo]  Falta de força ou de estímulo para agir. = INDOLÊNCIA, LASSIDÃO, PREGUIÇA

adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros
adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

7. [Brasil: São Paulo]   [Brasil: São Paulo]  Que ou quem mostra medo ou falta de coragem. = COBARDE, MEDROSO, POLTRÃOCORAJOSO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/chapista [consultado em 20-10-2021]