Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "amoral" nas definições

a- | pref.
    Exprime as noções de afastamento, privação, negação (ex.: acanónico, amoral, apétalo, assintomático)....

amoralizar | v. tr. e pron. | v. tr.
    Tornar ou ficar amoral....

amoralidade | n. f.
    Qualidade do que não é conforme nem contrário à moral; qualidade de amoral....

merdas | n. 2 g. 2 núm.
    Indivíduo cobarde, amoral ou sem dignidade (ex.: ele é um merdas)....

bosta | n. f. | n. 2 g. | interj.
    Indivíduo cobarde, amoral ou sem dignidade....

amoral | adj. 2 g. | adj. 2 g. n. 2 g.
    Que não é conforme nem contrário à moral....

amoralista | adj. 2 g. | adj. 2 g. n. 2 g.
    Relativo a amoralismo....

merda | n. f. | interj. | n. 2 g.
    Indivíduo cobarde, amoral ou sem dignidade (ex.: ele é um merda)....

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber qual a origem da palavra "Oporto" que habitualmente é usada para referenciar a cidade do Porto, Portugal. Obrigado
A origem da palavra inglesa Oporto reside expressão portuguesa "o Porto". O artigo definido o precede quase sempre o nome desta região do Norte de Portugal (ex.: a família mudou-se para o Porto; as gentes do Porto são muito acolhedoras), daí que pareça (ou tenha parecido), a ouvidos estrangeiros, como uma só palavra.



Qual o correto uso do particípio passado do verbo salvar quando vier na seguinte frase: "ainda bem que eu já tinha... (salvo ou salvado) os arquivos"?
O verbo salvar, como poderá verificar no conjugador de verbos do FLiP, apresenta duplo particípio passado: salvado e salvo.

Nos verbos em que este fenómeno acontece, o particípio regular (ex.: salvado) é geralmente usado com os auxiliares ter e haver para formar tempos compostos (ex.: a equipa já tinha salvado todos os náufragos) e as formas do particípio irregular (ex.: salvo, salvos, salva, salvas) são usadas maioritariamente com os auxiliares ser e estar para formar a voz passiva (ex.: os montanhistas foram salvos de helicóptero).
Citando Lindley Cintra e Celso Cunha, "de regra, a forma regular emprega-se na constituição dos tempos compostos da VOZ ACTIVA, isto é, acompanhada dos auxiliares ter ou haver; a irregular usa-se, de preferência, na formação dos tempos da VOZ PASSIVA, ou seja acompanhada do auxiliar ser."

Estas são considerações da gramática tradicional, que muitas vezes contrariam os usos mais habituais dos falantes, pois quer no português de Portugal, quer no português do Brasil, por exemplo, são muito usuais construções como tinha salvo, sem que isso seja entendico como erro ou construção desviante. Evanildo Bechara, por seu lado, faz observação semelhante à de Lindley Cintra e Celso Cunha, mas inclui o verbo salvar no conjunto de "outros particípios, regulares ou irregulares, que se usam indiferentemente na voz ativa (auxiliares ter ou haver) ou passiva (auxiliares ser, estar ou ficar) [...]".

Tendo em consideração o que acima ficou exposto, na frase que refere qualquer dos particípios poderá ser usado, embora se possa considerar que o uso da forma do particípio regular (ainda bem que eu já tinha salvado os arquivos) segue a regra mais geral.

Palavra do dia

ta·pe·cei·ro ta·pe·cei·ro


(francês tapissier)
nome masculino

1. Fabricante ou vendedor de tapetes.

2. Pessoa que tece tapetes.


SinónimoSinônimo Geral: TAPETEIRO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/Pesquisar/amoral [consultado em 26-06-2022]