Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
carácará | s. m.
caracara | s. f. | s. m. | s. 2 g.
fem. sing. de carocaro
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ca·rá ca·rá
nome masculino

1. [Brasil]   [Brasil]   [Ictiologia]   [Ictiologia]  Género de peixes de água doce.

2. Inhame.

3. Dança campestre, espécie de fandango.


ca·ra ca·ra
(grego kára, cabeça)
nome feminino

1. Parte anterior da cabeça. = FACE, ROSTO

2. [Figurado]   [Figurado]  Expressão da face (ex.: cara alegre). = FISIONOMIA, SEMBLANTE

3. [Por extensão]   [Por extensão]  Frente ou lado anterior de certos objectos.

4. Aspecto exterior de algo. = APARÊNCIA, AR

5. Lado da moeda em que está a efígie.

6. Atrevimento, ousadia.

nome masculino

7. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Pessoa de quem se omite ou desconhece o nome. = SUJEITO, TIPO

8. [Tauromaquia]   [Tauromaquia]  Forcado que se agarra ao touro pela frente e tenta subjugá-lo.

nome de dois géneros

9. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Forma de tratamento usada como vocativo ou como incitamento (ex.: vamos lá, cara?).


andar de cara à banda
[Informal]   [Informal]  O mesmo que ficar de cara à banda.

atirar à cara
[Informal]   [Informal]  Fazer críticas ou censuras em presença da pessoa em causa. = EXPROBRAR, LANÇAR EM ROSTO

Recordar favores prestados ou factos passados, na presença da pessoa interveniente.

bater com a cara na porta
[Informal]   [Informal]  Encontrar encerrado um espaço, um estabelecimento, uma casa, não conseguindo alcançar quem ou o que se procurava. = BATER COM O NARIZ NA PORTA

cara a cara
Em posição em que um está diante do outro. = FACE A FACE, FRENTE A FRENTE

De modo frontal ou directo; sem subterfúgios (ex.: fez as críticas cara a cara). = FRONTALMENTE

cara de caso
Ar sério de preocupação ou de apreensão.

cara de cu
[Calão, Depreciativo]   [Tabuísmo, Depreciativo]  Semblante descontente ou contrariado (ex.: ficar com cara de cu).

[Calão, Depreciativo]   [Tabuísmo, Depreciativo]  Expressão usada com o intuito de insultar a pessoa a quem é dirigida (ex.: sai da frente, cara de cu).

cara de enterro
[Informal]   [Informal]  Semblante triste ou grave (ex.: estão todos com cara de enterro).

cara de Páscoa
Rosto alegre, pessoa risonha e prazenteira.

cara de pergaminho
Faces secas e enrugadas.

cara de poucos amigos
[Informal]   [Informal]  De mau humor; com ar severo (ex.: o sujeito, corpulento, cara de poucos amigos, nem sequer respondeu à pergunta). = CARRANCUDO

cara de tacho
[Informal]   [Informal]  Ar desapontado ou surpreendido (ex.: a pergunta deixou o entrevistado com cara de tacho).

cara de vergalho
[Informal]   [Informal]  Rosto carrancudo, que denota mau humor ou antipatia.

cara ou coroa
Jogo em que se atira ao ar uma moeda, ganhando o jogador que adivinhar qual dos lados ficará para cima.

Pergunta que se faz antes de se jogar uma moeda ao ar para decidir uma questão ou fazer uma escolha.

com cara de asno
[Informal]   [Informal]  Desapontado, de boca aberta.

dar a cara
[Informal]   [Informal]  Assumir a responsabilidade por algo.

dar com a cara na porta
[Informal]   [Informal]  O mesmo que bater com a cara na porta.

encher a cara
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Beber muito, até ficar bêbedo. = EMBEBEDAR-SE, EMBRIAGAR-SE

estar na cara
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Ser evidente; ser óbvio (ex.: estava na cara que isso não ia dar certo).

fazer cara feia
[Informal]   [Informal]  Mostrar desagrado ou rejeição (ex.: não adianta fazer cara feia, eles não vão recuar na venda do apartamento).

ficar de cara à banda
[Informal]   [Informal]  Sentir-se envergonhado, humilhado.

ir com a cara de
[Informal]   [Informal]  Simpatizar (ex.: acho que ele não foi com a minha cara).

mandar à cara
[Informal]   [Informal]  O mesmo que atirar à cara.

perder a cara
Ficar desacreditado ou malvisto. = PERDER A FACE

quebrar a cara
[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Não alcançar o resultado esperado; não ser bem-sucedido. = FALHAR, FRACASSAR

[Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Passar vergonha.

ter duas caras
[Informal]   [Informal]  Ser falso, hipócrita ou desonesto.


ca·ro ca·ro
adjectivo
adjetivo

1. Que custa mais dinheiro que aquele que se pode ou se quer gastar.

2. Que custa mais dinheiro que habitualmente.

3. Que exige grande despesa.

4. Que custa sacrifícios, perdas, etc.

5. Querido, estimado.

advérbio

6. Por alto preço.

7. Com grande trabalho.

nome masculino

8. [Botânica]   [Botânica]  Género de plantas umbelíferas.

9. [Náutica]   [Náutica]  Parte superior ou mais grossa de uma verga latina ou triangular.


fazer-se caro
Fingir-se desinteressado para que os pedidos ou as vantagens aumentem; fazer-se rogado.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "Cara" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Qual a forma correcta: caboverdiano ou cabo-verdiano?
Como se poderá verificar pela consulta do verbete cabo-verdiano no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa ou pela consulta de outros dicionários ou vocabulários de referência, a grafia a adoptar deverá ter hífen. Além de ser esta a forma registada na maioria dos dicionários gerais de língua, é também a forma preconizada pelo Acordo Ortográfico de 1945 (na base XXVIII) e pelo Tratado de Ortografia da Língua Portuguesa, de Rebelo GONÇALVES (Coimbra: Atlântida, 1947, p. 215), uma vez que "Os compostos onomásticos [...] têm os seus derivados directos escritos com hífen [...] sempre que eles assentem em mais do que um dos seus membros: belo-horizontino, de Belo Horizonte; cabo-verdiano, de Cabo Verde; campo-maiorense, de Campo Maior; castelo-vidense, de Castelo de Vide [...]".

O Acordo Ortográfico de 1990 não altera nada relativamente a este assunto.




Nesta locução latina, qual das formas está correta: "status quo" ou "statu quo"?
A grafia correcta, atestada pelos principais dicionários de língua portuguesa, é statu quo e significa “o estado das coisas em determinado momento”. Esta locução, que se fixou por influência da área diplomática, é redução da expressão latina in statu quo ante que significa “no estado em que se encontrava antes”.

Em português (e em outros idiomas como o francês ou o espanhol), a locução statu quo perdeu o valor adverbial latino e adquiriu valor de substantivo (ex.: A manifestação não representa uma ruptura do statu quo), o que pode estar na origem do aparecimento da forma status quo.

Em latim (e noutras línguas declináveis, como o alemão ou o russo) as funções sintácticas são assinaladas morfologicamente: as diferentes desinências da palavra indicam se ela está a ser usada na posição de sujeito (através do caso nominativo, como em status), de complemento directo (através do caso acusativo, como em statum), de complemento indirecto (através do caso dativo, como em statui), de complemento circunstancial (através do caso ablativo, como em statu), etc. Assim, como a locução passou a ter valor de substantivo, a forma status quo, difundida maioritariamente pelo inglês, e considerada preferencial apenas pelo Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa (Curitiba: Positivo, 2004), transmitiria essa mudança de significado, já que statu significa “no estado” e não “o estado”. Esta justificação é questionável porque (i) estamos perante a redução de uma outra locução latina, em que há exigência de ablativo após a preposição latina in (“em”), e porque (ii) existem outros casos de palavras e expressões latinas que se fixaram como substantivos no português com a forma de casos que não o nominativo. Exemplos disso são a expressão anno Domini (literalmente, “no ano do Senhor”) que se usa para referir a era cristã, sendo composta pelo ablativo de annus “ano” e pelo genitivo de dominus “senhor”, bem como a palavra quórum, de quorum, genitivo masculino plural do pronome relativo qui, quae, quod “que”.

A locução statu quo não deve porém ser confundida com a palavra isolada status, que significa (i) “estatuto” (ex.: A categoria do trabalhador corresponde ao seu status na empresa) e (ii) “prestígio” (ex.: Exibia nas festas os símbolos do status recém-adquirido por casamento).

pub

Palavra do dia

no·ca |ó| no·ca |ó|
(italiano nocca)
nome feminino

1. [Regionalismo]   [Regionalismo]  Articulação das falanges dos dedos. =

2. [Regionalismo]   [Regionalismo]  Esconderijo.

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/Cara [consultado em 18-09-2020]