Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

ultra-humano

ultra-humanoultra-humano | adj.
masc. sing. de humanohumano
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ul·tra·-hu·ma·no ul·tra·-hu·ma·no


(ultra- + humano)
adjectivo
adjetivo

O mesmo que sobre-humano.


hu·ma·no hu·ma·no


(latim humanus, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

1. Do homem ou a ele relativo.

2. Que mostra sentimentos de compaixão, benevolência ou solidariedade. = BENÉVOLO, BENFAZEJO, BONDOSO, COMPASSIVO, COMPREENSIVODESUMANO, INUMANO, INCOMPREENSIVO, IMPIEDOSO

nome masculino

3. Mamífero primata, bípede, do género Homo, em particular da espécie Homo sapiens. = HOMEM


humanos
nome masculino plural

4. Conjunto de todos os homens; o género humano. = HUMANIDADE, HOMEM

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "ultra-humano" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

. Nestes anos todos, sempre o admirei por causa da sua humanidade. É ultra -protetor da família - há muitas poucas fotos da sua mulher, quase nenhumas dos seus descendentes e qualquer foto caseira. Aliás, ele disse a seguinte frase na mensagem de despedida: " Quantos Sebs existem? " " Minha cor preferida é

Em Continental Circus

, com o seu foco em vídeos ultra -curtos aos quais se podem aplicar excertos de músicas. E começa a fazer sentir os seus efeitos nos meios culturais, com essas músicas a chegar ao mainstream, ou a ser recuperadas da memória. Notem que nem todas são boas, aliás, grande parte da músiva viral via tik tok é

Em intergalacticrobot

, um sensor de 12MP para retratos e uma câmara periscópica com 8MP. De referir que o sensor de 12MP é apoiado por um sistema gimbal, para estabilização da captura de vídeo, havendo ainda diversos modos de captura de imagem à disposição do utilizador (Micro Movie, Supermoon, Ultra HD Document, Astro

Em www.appsdoandroid.com

humano . As bestas-bélicas nunca pensam. Há um novo Diabo-Inimigo: é o Homem-Branco-Agnóstico-Heterossexual. Toda a demais raça é santa. Marcial abre loja electroméstica. Tó-Zé rilha pêssegos furtados. Adalberto tira brevet-d’aviador. Jesualdo reforma-se à-maneirex. Graciosa abre loja florista. Carmina

Em daniel abrunheiro

estudado com a ajuda de equipamentos e radares ultra modernos, mas sem imagens nítidas. Os registros foram obtidos pela Sonda Solar Parker (WISPR) em 2020 e 2021, que possui câmeras especiais capazes de gerar imagens de longa distância (em proporções espaciais). “Vênus é a terceira coisa mais brilhante no

Em Caderno B
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Gostaria de saber se a palavra real admite duas formas de plural: réis e reais, assim como mel, temos: méis e meles?
Efectivamente a palavra real admite o plural réis (não confundir com reis, plural de rei), mas apenas na acepção de antiga unidade monetária de Portugal e do Brasil. Nas restantes acepções de adjectivo e de substantivo masculino, incluindo a da actual unidade monetária do Brasil, só é admitida a forma plural reais. Não se trata assim de um duplo plural, ao contrário do caso de mel.



Em português, há algum fenómeno especial com os advérbios em -mente quando vão seguidos numa frase (ou com uma conjunção no meio)? Tanto em espanhol como em catalão há um comportamento curioso, em que algum dos advérbios perde o -mente: Simple y llanamente (em espanhol, se há dois ou mais, só o último fica "completo"); Exclusivament i principal (em catalão, não é obrigatório mas, se acontece, só o último fica sem o -mente). Li que o francês e o italiano mantêm sempre o -mente. E em português?
Na coordenação de advérbios terminados em -mente, é muito usual o apagamento do sufixo -mente no primeiro advérbio (ex.: esta situação é pura e simplesmente absurda; ele é directa e indirectamente responsável por esta situação; alguns professores contribuem discreta, mas poderosamente para a formação da matriz cultural dos alunos), ou em todos menos no último, no caso de coordenações com mais do que dois (ex.: respondera leviana, mal-educada e grosseiramente). Note-se que nos casos de advérbios resultantes de adjectivos graficamente acentuados, a forma com -mente não tem acento gráfico (ex.: ele é fisicamente atraente) mas na coordenação de advérbios o advérbio reduzido retoma a forma acentuada do adjectivo (ex.: o atleta está física e mentalmente confiante).
Este procedimento, apesar de ser muito habitual e recomendado por muitas gramáticas, não é obrigatório e não invalida a coordenação de advérbios sem qualquer elisão dos sufixos (ex.: normalmente, as listas eleitorais são inteiramente ou maioritariamente compostas por cidadãos nacionais).

O fenómeno de apagamento em estruturas de coordenação não é exclusivo da coordenação de advérbios em -mente, mas acontece também em palavras com alguns prefixos ou elementos de composição prefixais (ex.: deixou de pré ou pós-datar os cheques; os alunos farão auto e heteroavaliação), embora com aceitação menos consensual. Sobre este assunto, poderá consultar o artigo "Quando meia palavra basta: Apagamento de palavras fonológicas em estruturas coordenadas", de Marina VIGÁRIO, in Ivo Castro e Inês Duarte (org.) Razões e Emoção. Miscelânea de estudos em homenagem a Maria Helena Mira Mateus. Lisboa: Imprensa Nacional-Casa da Moeda, pp. 415-435 (versão disponível em http://labfon.letras.ulisboa.pt/SonseMelodias/Vigario2003.pdf).

pub

Palavra do dia

es·ta·me·nha es·ta·me·nha


(latim staminea, feminino de stamineus, -a, -um, filamentoso)
nome feminino

1. Tecido grosseiro de lã.

2. Hábito de frade, geralmente feito desse tecido. = BUREL

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/ultra-humano [consultado em 06-10-2022]