PT
BR
Pesquisar
Definições



tropo-

A forma tropo-pode ser[adjectivoadjetivo], [elemento de composição] ou [nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
tropo1tropo1
|trô| ou |tró| |tró|
( tro·po

tro·po

)


nome masculino

1. [Retórica] [Retórica] Emprego de uma palavra ou expressão em sentido figurado. = FIGURA

2. [Filosofia] [Filosofia] Cada um dos vários argumentos com que os filósofos cépticos gregos da Antiguidade pretendiam provar a impossibilidade de alcançar a verdade. (Mais usado no plural.)

3. [Música] [Música] Na Grécia antiga, determinação da altura absoluta na escala musical.

4. [Música] [Música] Processo de ampliação usado no canto gregoriano, com intercalações de partes com melodia e texto.

5. [Teatro] [Teatro] Pequeno diálogo ou recitativo incluído na liturgia da missa, que foi umas das primeiras manifestações teatrais medievais.

vistoPlural: tropos |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:grego trópos, -ou, direcção, volta, maneira, modo.
iconPlural: tropos |ô|.
Colectivo:Coletivo:Coletivo:tropário.
tropo2tropo2
|trô| |trô|
( tro·po

tro·po

)


adjectivoadjetivo

[Informal] [Informal] Que sente dificuldade em movimentar-se ou a mover algum membro. = TRÔPEGO

vistoPlural: tropos |ô|.
etimologiaOrigem etimológica:redução de trôpego.
iconPlural: tropos |ô|.
tropo-tropo-


elemento de composição

Exprime a noção de mudança (ex.: troposfera).

etimologiaOrigem etimológica:grego trópos, -ou, direcção, volta, maneira, modo.

Auxiliares de tradução

Traduzir "tropo-" para: Espanhol Francês Inglês

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Gostaria de saber o porque se usa tanto apartir de ou concerteza sendo que o correto é a partir de e com certeza ?
Este fenómeno acontece frequentemente com locuções muito usuais em que os utilizadores da língua têm dificuldades em identificar as fronteiras das palavras, o que tem como consequência erros ortográficos como apartir de (em vez de a partir de), concerteza (em vez de com certeza) ou derrepente (em vez de de repente).



A palavra seje existe? Tenho um colega que diz que esta palavra pode ser usada na nossa língua.
Eu disse para ele que esta palavra não existe. Estou certo ou errado?
A palavra seje não existe. Ela é erradamente utilizada em vez de seja, a forma correcta do conjuntivo (subjuntivo, no Brasil) do verbo ser. Frases como “Seje bem-vindo!”, “Seje feita a sua vontade.” ou “Por favor, seje sincero.” são cada vez mais frequentes, apesar de erradas (o correcto é: “Seja bem-vindo!”, “Seja feita a sua vontade.” e “Por favor, seja sincero.”). A ocorrência regular de seje pode dever-se a influências de falares mais regionais ou populares, ou até mesmo a alguma desatenção por parte do falante, mas não deixa de ser um erro.