PT
BR
Pesquisar
Definições



trolha

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
trolhatrolha
|ô| |ô|
( tro·lha

tro·lha

)


nome feminino

1. [Construção] [Construção] Espécie de pá em que o pedreiro tem a argamassa de que se vai servindo.

2. [Informal] [Informal] Bofetada, tapa, tabefe.

3. [Informal, Por extensão] [Informal, Por extensão] Conjunto de pancadas dadas a alguém como castigo ou maus-tratos. = PANCADARIA, SOVA, TAREIA, TOSA, TUNDA

4. [Portugal: Trás-os-Montes] [Portugal: Trás-os-Montes] Utensílio afunilado por onde se introduz a carne nos enchidos. = ENCHEDEIRA


nome masculino

5. [Informal] [Informal] Pedreiro ou servente de pedreiro.

6. Operário que assenta e conserta telhados.

7. Pintor de brocha.

8. [Depreciativo, Popular] [Depreciativo, Popular] Indivíduo sem importância ou sem préstimo.

9. [Depreciativo, Popular] [Depreciativo, Popular] Indivíduo que se veste com roupas esfarrapadas. = MALTRAPILHO

10. [Brasil, Calão] [Brasil, Tabuísmo] Pénis avantajado.

etimologiaOrigem etimológica:latim trulla, -ae, colher com buracos.

Auxiliares de tradução

Traduzir "trolha" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas

Esta palavra no dicionário



Dúvidas linguísticas



Minha dúvida é: Por que passei a vida estudando que o correto é falar para eu fazer, para eu comer, e etc., se a frase É fácil para mim estudar não está errada? Podem explicar essa última frase.
De facto, nos contextos exemplificados com duas orações na resposta para eu/para mim (ex.: isto é para eu fazer), deverá ser usado o pronome sujeito, pois na oração para eu fazer, o pronome desempenha essa função de sujeito. No caso do exemplo É fácil para mim estudar, o contexto é semelhante àquele referido na resposta pronomes pessoais rectos e oblíquos, em que o pronome não desempenha a função de sujeito, pois esta frase pode ser decomposta em Estudar [sujeito] é fácil [predicado] para mim [adjunto adverbial de interesse].



Qual a forma correta: "Ela é mais alta do que ele" ou "Ela é mais alta que ele"?
Ambas as frases estão correctas porque tanto a conjunção que quanto a locução conjuncional do que introduzem o segundo termo de uma comparação, conforme pode verificar clicando na hiperligação para o Dicionário Priberam.

Geralmente, do que pode ser substituído por que: este é ainda pior do que o outro = este é ainda pior que o outro, é preferível dizer a verdade do que contar uma mentira = é preferível dizer a verdade que contar uma mentira.

No entanto, quando o segundo termo da comparação inclui um verbo finito, como em o tecido era mais resistente do que parecia, a substituição da locução do que por que não é possível e gera agramaticalidade: *o tecido era mais resistente que parecia.