Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

talhe

talhetalhe | n. m.
1ª pess. sing. pres. conj. de talhartalhar
3ª pess. sing. imp. de talhartalhar
3ª pess. sing. pres. conj. de talhartalhar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ta·lhe ta·lhe


(derivação regressiva de talhar)
nome masculino

1. Estatura e feição do corpo.

2. Feição do vestido.

3. Feição, aparência, forma.


ta·lhar ta·lhar

- ConjugarConjugar

verbo transitivo

1. Cortar, dando uma certa forma.

2. Cortar por medida (pano para fato, etc.).

3. Fazer talho em, fender; cortar às talhadas; amputar.

4. Talar; sulcar, abrir.

5. Dividir em partes iguais ou proporcionadas.

6. Fazer obra de talha em.

7. Gravar.

8. Estabelecer ou ajustar o preço.

9. [Figurado]   [Figurado]  Predestinar, predispor, fadar.

10. Curar com remédios e rezas.

verbo intransitivo

11. Cortar o pano para fato (o alfaiate, a modista, etc.).

12. Ser banqueiro (no jogo da banca ou do monte).

13. Decompor-se (falando do leite).

verbo transitivo, intransitivo e pronominal

14. Decompor ou decompor-se, com solidificação de uma parte do líquido (ex.: o sumo de limão talhou o leite; o leite talhou; o molho talhou-se). = COALHAR, COAGULAR

verbo pronominal

15. Dividir-se, rachar-se.


talhar o forno
Diz-se da maneira de repartir e colocar o pão no forno.

talhar pelo largo
Não olhar a despesas.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "talhe" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Aliás e a talhe de foice dizer que a empresa Marques & Pereira já realizou, até à data,...

Em CP - Cromos de Portugal

...grande fotovoltaica, que me pareceu muito bem, à entrada de Castelo de Vide:E a talhe de foice uma laje curiosa que encontrei entre destroços:pedra com um raio de cerca...

Em insignificante

talhe de foice , diga-se que no ano desta foto, 1893, o poeta António Nobre,...

Em Outra Margem

Na 1ªcoluna, a secção de todos os números, a talhe de foice , com um texto de Anabela Fino - Nº 2503 (2021/11/18) Raridades...

Em anónimo séc.xxi

Claro que a talhe de foice (sem martelo bem entendido) também aparecem pelas páginas do livro outras personagens

Em Depois Falamos
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


A dúvida é se o verbo parabenizar necessita de uma preposição. No caso seria "o Banco real parabeniza os ingressantes na UFU" ou "o Banco real parabeniza aos ingressantes à UFU"?
O verbo parabenizar, tal como os seus sinónimos congratular ou felicitar, é transitivo directo, conforme regista o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Por outras palavras, este verbo utiliza-se imediatamente seguido de complemento directo, sem preposição, pelo que a frase correcta é o Banco real parabeniza os ingressantes na UFU. A confusão pode advir do facto de parabenizar ser parafraseável por dar os parabéns a, expressão que não dispensa a preposição, como se pode verificar pela seguinte substituição: o Banco real dá os parabéns aos ingressantes na UFU.



A expressão "até ao arrebatamento" está correta?
Antes de mais, convém clarificar, ainda que resumidamente, o uso de até.

Como preposição, a palavra até é usada para indicar um limite temporal (ex.: Eu vou embora, até amanhã; Esperem pela resposta até meados de Janeiro; Dormi até tu chegares), um limite espacial (ex.: Viajou de comboio até Paris) ou um limite quantitativo (ex.: O desconto é válido em todos os enlatados até 800 g).

Segundo a Nova Gramática do Português Contemporâneo de Celso Cunha e Lindley Cintra (14.ª ed., Lisboa, Edições João Sá da Costa, 1998, p. 561), em Portugal usa-se geralmente a preposição até acompanhada da contracção da preposição a com o artigo definido o/a(s) (ex: Fui até ao parque; Fomos até à igreja) enquanto no Brasil se usa maioritariamente a preposição até sem a contracção (ex.: Fui até o parque; Fomos até a igreja). Em termos de correcção, como refere o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (edição brasileira da Editora Objetiva, 2001; edição portuguesa do Círculo de Leitores, 2002), é indiferente no Brasil associar a preposição até a outra preposição ou não. Por outras palavras, é tão correcto escrever fomos até à igreja como fomos até a igreja, sendo a última a forma mais usual no Brasil.

Como advérbio, a palavra até é usada para indicar inclusão ou ênfase, sendo sinónima de inclusivamente, também ou mesmo (ex.: Todos ajudaram na arrumação da cozinha, até o avô; O empresário fez várias alterações e admite até a contratação de mais funcionários). Dependendo da regência do verbo em causa, o advérbio até pode surgir associado a uma contracção (ex.: Eles foram a todo o lado: à Europa, à Ásia, até à Austrália!).

Considerando os usos acima descritos, a expressão até ao arrebatamento está correcta, tanto em Portugal como no Brasil, se a palavra até for usada como preposição (ex.: Foi uma festa intensa até ao arrebatamento final). Se, no entanto, a palavra até for usada como advérbio, a expressão até ao arrebatamento está incorrecta, como indica o asterisco (ex.: *Todas as emoções foram banidas, até ao arrebatamento religioso).

pub

Palavra do dia

es·ca·dó·ri·o es·ca·dó·ri·o


(escada + -ório)
nome masculino

1. Escadaria que tem capelas em cada patamar.

2. [Informal]   [Informal]  Escada monumental.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/talhe [consultado em 27-11-2022]