Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

stressem

3ª pess. pl. pres. conj. de stressarestressar
3ª pess. pl. imp. de stressarestressar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

stres·sar es·tres·sar

- ConjugarConjugar

(stress + -ar)
verbo transitivo, intransitivo e pronominal

[Informal]   [Informal]  Causar ou sentir stress.


Ver também resposta à dúvida: stress / stresse / estresse.

• Grafia no Brasil: estressar.

• Grafia no Brasil: estressar.

• Grafia em Portugal: stressar.

• Grafia em Portugal: stressar.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "stressem" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Não stressem ..

Em quiosque.blogs.sapo.pt

Não stressem ..

Em quiosque.blogs.sapo.pt

Não stressem ..

Em quiosquedajoana.blogs.sapo.pt

Não stressem ..

Em quiosque.blogs.sapo.pt

...com a marmita atrás (se puderem claro que é melhor mas, caso contrário, não stressem por isso!!

Em redvelvet.blogs.sapo.pt
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual o texto correcto: peço-lhe para ele cá vir ou peço para ele cá vir?
Ambas as frases que refere estão correctas.

Na primeira, o verbo selecciona um complemento indirecto (o pronome oblíquo lhe) e um complemento directo sob a forma de oração completiva com valor nominal (para ele cá vir). Na segunda, o verbo pedir está a ser usado como transitivo directo, pois selecciona apenas o complemento directo.

Como o verbo pedir pode ser usado como transitivo directo (seleccionando apenas um complemento directo, como em pediu um café), transitivo indirecto (seleccionando apenas um complemento indirecto, como em pediu pelas vítimas da catástrofe) ou bitransitivo (seleccionando um complemento directo e um indirecto, como em pediu um café ao empregado), ambas as frases encontram-se correctamente formadas.




Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.

pub

Palavra do dia

ses·qui·cen·te·ná·ri·o ses·qui·cen·te·ná·ri·o


(sesqui- + centenário)
nome masculino

1. Transcurso ou comemoração do centésimo quinquagésimo aniversário.

adjectivo
adjetivo

2. Que tem ou celebra 150 anos.


SinónimoSinônimo Geral: TRICINQUENTENÁRIO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/stressem [consultado em 28-09-2021]