Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

sela

selasela | n. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de selarselar
2ª pess. sing. imp. de selarselar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

se·la |é|se·la |é|


(latim sella, -ae, assento, cadeira)
nome feminino

1. Assento acolchoado onde se senta o cavaleiro.Ver imagem

2. Pequeno assento sobre o qual vai montado o ciclista. = SELIM

3. [Antigo]   [Antigo]  Poltrona.


bater a sela
Descansar.

sela turca
[Anatomia]   [Anatomia]  Escavação profunda da face superior do corpo do esfenóide onde se aloja a hipófise ou glândula pituitária.

sela túrcica
[Anatomia]   [Anatomia]  O mesmo que sela turca.

Confrontar: cela.

se·lar se·lar 1

- ConjugarConjugar

(latim sigillo, -are)
verbo transitivo

1. Pôr selo em. = ESTAMPILHARDESSELAR

2. Colocar uma chancela ou carimbo em. = CARIMBAR

3. Tornar válido. = EFECTIVAR-SE, FIRMAR, VALIDARANULAR, ROMPER

4. Obstruir a entrada ou a abertura. = CERRAR, FECHARABRIR

5. Colocar marca para impedir entrada ou abertura.

6. Deixar uma marca. = MARCAR

7. Pôr fim a. = CONCLUIR, TERMINAR

8. [Culinária]   [Culinária]  Cozinhar (a carne) a temperatura muito alta no início, de forma a criar uma crosta alourada.

verbo transitivo e pronominal

9. Sujar-se; manchar-se.

Confrontar: zelar.

se·lar se·lar 2

- ConjugarConjugar

(sela + -ar)
verbo transitivo

1. Pôr sela ou selim a (uma cavalgadura).DESSELAR

adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

2. [Anatomia]   [Anatomia]  Relativo à sela turca (ex.: lesão selar; região selar).

Confrontar: zelar.
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "sela" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...obras, como o Leal Conselheiro e o Livro da Ensinança de Bem Cavalgar Toda Sela ..

Em Geopedrados

O segundo triunvirato Otaviano sela a paz com António e Lépido e formaram, no final de 43 a..

Em Geopedrados

...potro selvagem, daqueles que por mais que se lhes faça não aceitam freio ou sela , e ai do que contra a sua vontade lhe tocar, esse apanha um...

Em TEMPO CONTADO

...Instagram, onde exibiu a incrível forma física, a cantora partilhou também um beijo que sela o romance de ambos..

Em VISEU, terra de Viriato.

...soluços Chegou a mulher mercante Carroça repleta Pensando no cavalo galopante Relincha, negando a sela Chia a vida na curva da cidade No trabalho, é homem com capacidade Ordena...

Em 10encantos (Poemas)
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Estou estudando verbos, mas aprendi que existem 3 modos verbais; aqui neste site, vi que tem mais que três. Ainda não conhecia o que está aqui neste site. Por favor, gostaria que me explicasse. O que eu conheço são os modos no indicativo, subjuntivo e o imperativo.
Tal como é afirmado na Gramática Priberam, no capítulo sobre os Modos dos Verbos, são geralmente considerados pelos gramáticos três modos verbais: o indicativo (ex.: ele foi a São Paulo), o conjuntivo ou subjuntivo (ex.: talvez haja boas notícias) e o imperativo (ex.: come a sopa!). Há, no entanto, autores que referem que o condicional ou futuro do pretérito, o futuro do indicativo e o infinitivo podem também eles apresentar valores modais em certos contextos.

A divisão patente na conjugação dos verbos do Dicionário Priberam e no conjugador do FLiP apresenta uma categorização mista entre modos, tempos e formas nominais do verbo. Iremos, no entanto, repensar esta categorização para que os nossos usuários não sejam induzidos em erro.




Está correto dizer macérrimo para uma pessoa muito magra?

O superlativo absoluto sintético simples dos adjectivos (aquele que exprime, através de uma só palavra, um elevado grau de determinado atributo ou qualidade) forma-se, em português, através da adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo (ex.: vulgaríssimo, tristíssimo, cheiíssimo).

Alguns adjectivos, porém, apresentam um superlativo alternativo, derivado do superlativo latino. É o caso de magro, que forma, além do superlativo regular magríssimo, o superlativo irregular macérrimo (do latim macerrìmus, -a, -um, superlativo de màcer “magro, debilitado”), tal como célebre (celebérrimo ou celebríssimo), pobre (paupérrimo ou pobríssimo), próspero (prospérrimo ou prosperíssimo).

Outros casos de superlativos eruditos incluem formas terminadas em -imo, como fácil (facílimo ou facilíssimo), bem como formas que derivam do latim ou que recuperam parte do radical latino, como simples (simplicíssimo ou simplíssimo), respeitável (respeitabilíssimo), ineficaz (ineficacíssimo), chão (chaníssimo).

Não há muitos superlativos eruditos, sendo fácil encontrá-los elencados em compêndios gramaticais, como na Nova Gramática do Português Contemporâneo (Lisboa: Edições Sá da Costa, 1998, pp. 258-259).

Recentemente, o sufixo -érrimo, característico de superlativos eruditos, tem sido usado, seja por desconhecimento, seja por ironia, em formações novas, inexistentes no latim, como chatérrimo (em vez de chatíssimo) ou chiquérrimo (em vez de chiquíssimo). No caso do adjectivo magro, este sufixo gerou ainda a forma magérrimo, dispensável em registos de língua cuidados.

pub

Palavra do dia

war·fa·ri·na war·fa·ri·na


(inglês warfarin, de W[isconsin] A[lumni] R[esearch] F[oundation], sociónimo + [cum]arin, cumarina)
nome feminino

[Química]   [Química]  Substância (C19H16O4) usada como anticoagulante na prevenção de tromboses e na composição de raticidas. = VARFARINA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/sela [consultado em 24-09-2021]