Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

chancela

chancelachancela | n. f.
3ª pess. sing. pres. ind. de chancelarchancelar
2ª pess. sing. imp. de chancelarchancelar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

chan·ce·la |é|chan·ce·la |é|


nome feminino

1. Acto de chancelar.

2. Instrumento que serve para imprimir no lacre um brasão, divisa ou iniciais.Ver imagem = SINETE

3. Sinal gravado, representativo de uma assinatura oficial ou do título de uma repartição pública. = SELO, SINETE

4. Aprovação.


chan·ce·lar chan·ce·lar

- ConjugarConjugar

(francês chanceler, do latim cancelo, -are)
verbo transitivo

1. Assinar ou fechar com chancela. = CARIMBAR, SELAR

2. Aprovar, concordar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "chancela" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...como mais recentemente se comprova pelos três livros editados, neste último ano, com a chancela do MIL: A Vida Imaginada: Textos sobre Teatro e Literatura (2020);;

Em NOVA ÁGUIA: REVISTA DE CULTURA PARA O SÉCULO XXI

Que valores reconheceram nestas edições da chancela INCM??

Em Tupiniquim

O livro acaba de sair com a chancela da Casa das Letras, do grupo Leya..

Em De Rerum Natura

Esse livro acaba de sair com a chancela da Guerra & Paz: O título é Alzheimer..

Em De Rerum Natura

...publicado em 1956 (disponível no mercado português numa magnífica tradução de António-Pedro Vasconcelos, com chancela da

Em sound + vision
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Qual das seguintes frases está incorrecta? Queria um copo de água com gelo; Encomendei um colete em seda vermelha ou Vou comprar uma caixa de fósforos.
Do ponto de vista linguístico, nenhuma das frases está incorrecta, pois a preposição de pode ser usada para indicar conteúdo (ex.: copo de água, caixa de fósforos) e a preposição em pode ser usada para indicar matéria (ex.: colete em seda). A informação sobre o uso das preposições nestas expressões pode ser encontrada em obras de referência para o português, nomeadamente em dicionários gerais de língua como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Editorial Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004). Alguns autores, porém, consideram inadequado o uso da preposição em para expressões que indicam matéria, alegando que se trata de galicismo.



Tenho uma dúvida persistente sobre a pronúncia de algumas palavras que mudam a pronúncia do /ô/ por /ó/, como em ovo e ovos quando no plural. Existe alguma regra que me ajudaria nisto, haja visto que procurei em alguns dicionários e não encontrei referência alguma? Minhas maiores dúvidas são com respeito ao plural das palavras rosto, gostoso e aborto.

A letra o destacada em rosto(s) e em aborto(s) pronuncia-se [o] (no alfabeto fonético, o símbolo [o] lê-se ô), vogal posterior semifechada, como a letra o da primeira sílaba de boda(s). Nestes casos, e contrariamente ao caso de ovo/ovos, não existe alternância vocálica entre o singular e o plural (a este respeito, veja-se a resposta plural com alteração do timbre da vogal tónica).

No caso de gostoso, há uma ligeira diferença entre a norma portuguesa e a norma brasileira: em Portugal a primeira sílaba pronuncia-se g[u]s- e no Brasil pronuncia-se g[o]s- (lê-se ô), quer no singular quer no plural. Por outro lado, e tanto no português europeu como no brasileiro, as palavras formadas com o sufixo -oso [ozu] (lê-se ô) alteram no plural para -osos [ɔzuʃ] (lê-se ó): assim, em Portugal pronuncia-se gostoso [guʃ'tozu] no singular e gostosos [guʃ'tɔzuʃ] no plural; no Brasil lê-se gostoso [gos'tozu] no singular e gostosos [gos'tɔzus] no plural.

Existem dicionários, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea (Lisboa: Academia das Ciências de Lisboa/Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário – Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004), que possuem transcrição fonética, geralmente de acordo com a norma de Lisboa e do Centro, de quase todas as palavras a que dão entrada (no caso do Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências também são transcritos plurais com alternância vocálica ou com outras irregularidades fonéticas), pelo que poderão constituir um instrumento de apoio para a resolução de dúvidas como esta.


pub

Palavra do dia

pi·chor·ra |ô|pi·chor·ra |ô|


(picho + -orra)
nome feminino

1. Pichel com bico.

2. [Portugal: Beira]   [Portugal: Beira]  Pequena cântara de barro branco, com bico.

3. [Brasil]   [Brasil]  Jogo em que os intervenientes tentam partir, de olhos vendados e com um pau, um recipiente cheio de guloseimas e prendas, pendurado acima das suas cabeças. = PINHATA

4. [Brasil]   [Brasil]  Recipiente que se enche de guloseimas e prendas, usado nesse jogo. = PINHATA

5. [Brasil, Informal]   [Brasil, Informal]  Fêmea do cavalo. = ÉGUA

6. [Brasil: São Paulo]   [Brasil: São Paulo]  Falta de força ou de estímulo para agir. = INDOLÊNCIA, LASSIDÃO, PREGUIÇA

adjectivo de dois géneros e nome de dois géneros
adjetivo de dois géneros e nome de dois géneros

7. [Brasil: São Paulo]   [Brasil: São Paulo]  Que ou quem mostra medo ou falta de coragem. = COBARDE, MEDROSO, POLTRÃOCORAJOSO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/chancela [consultado em 20-10-2021]