Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub

regulados

masc. pl. part. pass. de regularregular
masc. pl. de reguladoregulado
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

re·gu·lar re·gu·lar 1

- ConjugarConjugar

(latim regulo, -are, dirigir)
verbo transitivo

1. Estabelecer regras ou regulamento para. = REGRARDESREGRAR, DESREGULAR

2. Agir ou dirigir segundo o espírito do regulamento. = REGRARDESREGRAR, DESREGULAR

3. Conter dentro de certos limites. = CONTROLAR, LIMITAR, MODERAR

4. Regularizar o movimento de. = ACERTAR, AJUSTARAVARIAR, DESACERTAR, DESAJUSTAR, DESREGULAR

5. Custar pouco mais ou menos; ter mais ou menos o preço de. = ORÇAR, VALER

verbo transitivo e pronominal

6. Fazer seguir ou ter determinada orientação. = DIRIGIR, GUIAR, NORTEAR, ORIENTAR

verbo intransitivo

7. Mover-se ou trabalhar regular e convenientemente.AVARIAR

8. Ter determinado equilíbrio ou funcionamento mental (ex.: ele regula mal).


re·gu·lar re·gu·lar 2


(latim regularis, -e, que serve de regra, canónico, em barra)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

1. Conforme às regras ou leis. = NORMALANORMAL, IRREGULAR

2. Que segue as leis, as regras ou os costumes.ILEGAL, IRREGULAR

3. Bem proporcionado. = HARMONIOSODESARMONIOSO, DESPROPORCIONAL, IRREGULAR

4. Exacto, pontual.

5. Nem grande, nem pequeno. = MEDIANO, MÉDIO

6. Que não tem grandes variações. = CERTO, CONSTANTE, UNIFORMEINCERTO, INCONSTANTE, IRREGULAR, VARIÁVEL

7. Que não tem interrupções. = CONTÍNUODESCONTÍNUO, IRREGULAR

8. Que não tem anomalias ou irregularidades. = NORMALANORMAL, IRREGULAR

9. Que se repete a intervalos iguais. = CERTOIRREGULAR

10. [Geometria]   [Geometria]  Diz-se de figura geométrica cujos lados e ângulos são iguais.

11. [Gramática]   [Gramática]  Que segue as regras gerais de flexão, de conjugação ou do paradigma (ex.: verbo regular).

12. [Religião]   [Religião]  Que vive numa comunidade ou ordem religiosa (ex.: clero regular). = REGRANTESECULAR

nome masculino

13. O que é segundo as leis, as regras, as praxes, os costumes ou os hábitos.


re·gu·la·do re·gu·la·do 1


(particípio de regular)
adjectivo
adjetivo

1. Que se regulou.

2. Que anda ou se move regularmente.

nome masculino

3. [Gíria]   [Gíria]  Relógio.


re·gu·la·do |è|re·gu·la·do |è|2


(régulo + -ado)
nome masculino

Território governado por um régulo. = SOBADO

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "regulados" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais

associados a variados aparelhos mecânicos e instalações, habitualmente regulados por normas específicas e balizados por importantes aspetos de segurança no uso e de...

Em infohabitar - o blog do grupo habitar

indústria entrevistados não têm interesse em contratações de serviços não regulados ..

Em Caderno B

Os planos coletivos empresariais e por adesão não são regulados pela ANS e, segundo o Idec, representam quase 80% do mercado de planos de...

Em Caderno B

profissional, cujos direitos eram e são regulados pelas federações internacionais de modalidade..

Em O INDEFECTÍVEL

...em segmentos específicos, como pagamento de pedágios e de estacionamentos, esses arranjos não são regulados pelo órgão..

Em Caderno B
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Estou com uma terrível dúvida sobre a forma substantiva do verbo assumir. Ex: verbo "aceitar" - substantivo "aceitação".
Como pode verificar no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, o substantivo assunção tem o significado “acto ou efeito de assumir” (ex.: a assunção das dívidas foi feita pela empresa; a assunção das funções de director iniciou-se recentemente).



Agradecia que me dessem a vossa opinião quanto à classificação sintáctica da oração e não sei quem é que se encontra nos seguintes versos pessoanos: "É curioso que toda a vida do indivíduo que ali mora, e não sei quem é, atrai-me só por essa luz visitada de longe".
De acordo com o espólio do heterónimo pessoano Alberto Caeiro, disponibilizado on-line pela Biblioteca Nacional, o verso do poema "É noite" é ligeiramente diferente: "É curioso que toda a vida do indivíduo que ali mora, e que não sei quem é, // Atrai-me só por essa luz visitada de longe". Na expressão e que não sei quem é estão contidas duas orações: a primeira é uma oração subordinante (e que não sei) cujo verbo (saber) necessita de um complemento directo obrigatório que corresponde à segunda oração (quem é), que pode ser classificada como subordinada substantiva completiva.

A frase é complexa e a oração subordinante (e que não sei) deste pequeno excerto da frase, no âmbito dos versos transcritos (É curioso que toda a vida do indivíduo que ali mora, e que não sei quem é, atrai-me só por essa luz visitada de longe), é também uma oração subordinada relativa restritiva coordenada a outra da mesma natureza.

Para clarificar a divisão de orações, procedemos em seguida à classificação de todas as orações contidas nos dois versos de Alberto Caeiro e respectivas funções sintácticas (é de sublinhar que uma oração subordinada pode conter várias orações e dentro dela pode haver uma oração subordinante em relação às que dela dependem):
1. [É curioso] oração subordinante.
2. [que toda a vida do indivíduo que ali mora, e que não sei quem é, atrai-me só por essa luz visitada de longe] oração subordinada completiva com função de sujeito (este sujeito frásico não é muito evidente, mas pode ser testado com a concordância verbal; ex.: isso é curioso; essas coisas são curiosas).

2.1 [que toda a vida do indivíduo atrai-me só por essa luz visitada de longe] oração subordinante (relativamente às orações que dela dependem).
2.1.1 [que ali mora] oração subordinada relativa restritiva (isto é, fornece informação que restringe o antecedente indivíduo).
2.1.2 [e que não sei quem é] oração subordinada relativa explicativa (isto é, fornece informação adicional sobre o antecedente indivíduo) coordenada à oração relativa restritiva.
2.1.2.1 [e que não sei] oração subordinante (relativamente à oração que dela depende).
2.1.2.2 [quem é] oração subordinada completiva com função de complemento directo.

pub

Palavra do dia

coir·mão |ô-ì|coir·mão |ô-ì|


(co- + irmão)
adjectivo e nome masculino
adjetivo e nome masculino

1. Que ou quem é filho de um tio ou tia que é irmão ou irmã do pai ou da mãe; que ou quem é primo direito ou prima direita (ex.: prima coirmã; no Natal juntam-se todos os coirmãos).

adjectivo
adjetivo

2. Que tem afinidades com outro ou pertence ao mesmo grupo de interesses (ex.: país coirmão; partidos coirmãos).

Feminino: coirmã. Plural: coirmãos.Feminino: coirmã. Plural: coirmãos.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/regulados [consultado em 24-07-2021]