PT
BR
Pesquisar
Definições



Pesquisa nas Definições por:

ventricular

periventricular | adj. 2 g.

Que ocorre ou se localiza à volta de um ventrículo (ex.: lesão da substância branca periventricular; calcificações de distribuição periventricular)....


supraventricular | adj. 2 g.

Que se refere a estrutura situada acima do ventrículo (ex.: taquicardia supraventricular)....


diástole | n. f.

Movimento de dilatação, em que as cavidades do coração se enchem de sangue, que corresponde a um ciclo da revolução cardíaca, por oposição à sístole (ex.: diástole auricular, diástole ventricular)....


ventricular | adj. 2 g.

Dos ventrículos ou a eles relativo....


interventricular | adj. 2 g.

Que está ou ocorre entre os dois ventrículos do coração (ex.: comunicação interventricular; septo interventricular)....



Dúvidas linguísticas



Em palavras como emagrecer e engordar as terminações -er e -ar são sufixos ou desinências verbais de infinitivo? Se são o último caso, essas palavras não podem ser consideradas derivações parassintéticas...ou podem?
As terminações verbais -er e -ar são compostas pela junção de -e- (vogal temática da 2.ª conjugação) ou -a- (vogal temática da 1.ª conjugação), respectivamente, à desinência de infinitivo -r. Destas duas terminações, apenas -ar corresponde a um sufixo, pois no português actual usa-se -ar para formar novos verbos a partir de outras palavras, normalmente de adjectivos ou de substantivos, mas não se usa -er. Apesar de os sufixos de verbalização serem sobretudo da primeira conjugação (ex.: -ear em sortear, -ejar em relampaguejar, -izar em modernizar, -icar em adocicar, -entar em aviventar), há alguns sufixos verbais da segunda conjugação, como -ecer. Este sufixo não entra na formação do verbo emagrecer, mas entra na etimologia de outros verbos formados por sufixação (ex.: escurecer, favorecer, fortalecer, obscurecer, robustecer, vermelhecer) ou por prefixação e sufixação simultâneas (ex.: abastecer, abolorecer, amadurecer, empobrecer, engrandecer, esclarecer).

Dos verbos que menciona, apenas engordar pode ser claramente considerado derivação parassintética, uma vez que resulta de prefixação e sufixação simultâneas: en- + gord(o) + -ar. O verbo emagrecer deriva do latim emacrescere e não da aposição de prefixo e sufixo ao adjectivo magro.




As letras "c" das palavras director e actor, bem como a letra "p" de recepção e óptimo são pronunciadas por vocês ou não? Pois aqui no Brasil elas não o são e estou em dúvida de como deveria ser a pronúncia desses vocábulos aí em Portugal.
Em Portugal, as consoantes c e p das palavras director, actor, recepção e óptimo são geralmente mudas, isto é, não se pronunciam. Por esta razão, segundo o Acordo Ortográfico de 1990, essas consoantes deixam de ser grafadas na variante europeia do português, aproximando-se assim a grafia à pronúncia: diretor, ator, receção e ótimo. No Brasil, uma vez que o p de recepção é geralmente pronunciado, não se verifica a sua supressão nesta palavra.

Ver todas