Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

Pesquisa por "alarmar" nas definições

alertar | v. tr.
    Dar o alerta, o alarme, avisar do perigo....

alarmante | adj. 2 g.
    Que põe em alarme....

alarmar | v. tr. | v. tr. e pron.
    Colocar alarme de segurança (ex.: decidiram alarmar a casa para impedir mais assaltos)....

programar | v. tr. | v. tr. e pron.
    Estabelecer o programa de um cinema, de uma emissão de rádio ou televisão, de um evento, de uma instituição cultural, etc....

ugar | v. tr. | v. intr.
    Tornar plano....

endereçável | adj. 2 g.
    Que se pode endereçar (ex.: postal endereçável)....

antinuclear | adj. 2 g.
    Que se opõe ao uso de armas nucleares ou da energia nuclear (ex.: manifestantes antinucleares; protesto antinuclear)....

activar | v. tr. e pron. | v. tr.
    Tornar ou ficar activo....

acontecer | v. tr. e intr.
    Tornar-se realidade, devido a uma acção ou a um processo (ex.: isto aconteceu ao meu pai; acontecera um caso extraordinário). [Verbo unipessoal]...

monitor | n. m.
    Aquele que dá conselhos, lições, etc....

palor | n. m.
    Palidez....

repique | n. m.
    Acto ou efeito de repicar....

gerema | n. f.
    Mulher que amamenta e que, por ter sono leve, pode dar alarme....

alarma | n. m.
    O mesmo que alarme....

alarme | n. m.
    Sobressalto e gritaria das pessoas que se reúnem e que convocam outras a juntar-se-lhes, para entre todas rechaçarem um perigo....

alarmística | n. f.
    Conjunto das técnicas, dos dispositivos e dos estudos para desenvolver, configurar e instalar alarmes (ex.: alarmística de incêndio; alarmística de intrusão; alarmística de frio)....

babaré | n. m.
    Nome indiano de um instrumento próprio para tocar a rebate; alarme....

Dúvidas linguísticas

O documento solicitado não foi encontrado.




Como é que se conjuga o verbo ser: Não SOU eu quem autoriza ou Não É eu quem autoriza? Não SOU eu que autorizo ou Não É eu que autorizo?
As frases referidas contêm duas orações, uma subordinante (não sou eu), cujo sujeito é o pronome eu, e uma subordinada completiva substantiva (quem autoriza ou que autorizo), que desempenha a função de predicativo do sujeito da oração subordinante. Assim, se colocarmos os constituintes da primeira oração na ordem sujeito-verbo-predicativo do sujeito é mais fácil visualizar a estrutura que explica que o verbo ser deve concordar com o pronome eu (eu não sou [quem autoriza ou que autorizo]). A oração subordinada (quem autoriza ou que autorizo), quando construída com o pronome relativo quem obriga a que o verbo autorizar concorde com este pronome em género e número, correspondendo à terceira pessoa do singular; quando a oração subordinada se constrói com o pronome relativo que, o verbo autorizar deve estar na primeira pessoa do singular, pois o sujeito deste verbo é o pronome que, o qual, ao contrário do pronome quem, concorda obrigatoriamente com o antecedente nominal ou pronominal existente na oração anterior, no caso, o pronome eu.

Palavra do dia

en·xó en·xó


(latim asciola, -ae, diminutivo de ascia, -ae, enxada)
nome feminino no português de Portugal / nome masculino no português do Brasil

[Carpintaria]   [Carpintaria]  Instrumento para desbastar tábuas ou pequenas peças de madeira.

Confrontar: enchó.
pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/pesquisar/alarmar [consultado em 05-07-2022]