Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

op. cit.

op. cit.op. cit. | abrev.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

op. cit. op. cit.


abreviatura

Abreviatura do latim opus citatum [obra citada].

pub

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

da escola preexistente continue a funcionar, mas agora com um carácter verdadeiramente prático e utilitário. Paradoxalmente, este processo implicou uma «dupla dimensão de reprodução e de reformulação» e levou a prática zapatista «a uma profunda subversão do modelo escolar dominante» (J.B. op.cit .) 6

Em Deriva das Palavras

, eles correm, saltam, carregam, estabelecem um território” ( op . cit ., p. 197). E não são inúmeros os futebolistas que vêem o seu nome associado aos animais? Não era o Eusébio apantera negra”? E o Jackie Charlton agirafa”? E o Ardiles aformiguinha”? E o argentino Kempes agazela”? E lembram-se do

Em O INDEFECTÍVEL

Primeiros fregueses Valas para rega de tudo Aguardente sozinho E no entanto É engraçado ver A maior mágoa não vive Por estes dias Um homem-escritor Um habitáculo limpo Primeira luz Uma certeza de relógio No curso dos anos Não sei a que horas Segue-se cremação Op . cit . Tendo podido indeferir O

Em daniel abrunheiro

Cesário & Pessoa & Eçainda por ali espectram certa aura, incerta gaze. Na página 24 ( op . cit . ), Armando S.C. assim: “Os bairros triviais fazem sair de casa amores atribulados. Entre a merda dos cães e outros fados passeias o esplendor duma irreal beleza.” Do primeiro verso, alinho nosbairros

Em daniel abrunheiro

& acertadamente a propósito. 518 D e Osbert Sitwell ( op . cit . , pp. 251): “My heart did not beat with the heart of the herd: for the first time I realized this, and the painful roads to which it might lead me. Herdsmen I admired, even when their opinions were wrong; sheepdogs seemed the wisest of animals, but

Em daniel abrunheiro
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


É com espanto que vejo que na conjugação do verbo haver aparecer a forma houveram. Sempre aprendi que a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito não existe. Podem-me explicar se é moda nova?!
A flexão do verbo haver varia consoante o seu emprego. Assim, quando este é empregue como verbo principal, com os sentidos de “existir” (em 1.a), de "ter decorrido" (em 2.a) e de “acontecer” (em 3.a), ele é impessoal, i.e., utiliza-se apenas na 3.ª pessoa do singular. Daí a má formação das frases 1.b), 2.b) e 3.b), assinaladas com asterisco (*):

1. a) Houve muitos deputados investigados.
b) * Houveram muitos deputados investigados.

2. a) Havia duas horas que estava à espera.
b) * Haviam duas horas que estava à espera.

3. a) Na semana passada houve muitos acidentes.
b) * Na semana passada houveram muitos acidentes.

Quando é empregue como verbo principal com outros sentidos que não os de "existir", "ter decorrido" ou "acontecer", é flexionado em todas as pessoas:

4. a) Os organizadores do colóquio houveram por bem encomendar uma sondagem. [achar, considerar]
b) E que bem se houveram os portugueses no confronto! [avir-se]

O verbo haver emprega-se ainda como auxiliar em tempos compostos, sendo também flexionado em todas as pessoas:

5. As encomendas haviam sido entregues.

Como se pode ver pelas frases 4-5, a 3.ª pessoa do plural do pretérito perfeito do verbo haver existe, pelo que o conjugador deve incluí-la, não podendo é ser utilizada nos casos em que o verbo é impessoal.




Como se designam as palavras que derivam do mesmo étimo latino como mágoa, mancha e mácula?
As palavras mágoa, mancha e mácula (a este grupo poderia acrescentar-se as palavras malha e mangra) são exemplos de palavras divergentes, isto é, palavras com o mesmo étimo latino (macula, -ae) que evoluiu para várias formas diferentes. Neste caso específico, as palavras mágoa, mancha, malha ou mangra chegaram ao português por via popular, apresentando cada uma delas diferentes fenómenos regulares de evolução: mágoa sofreu a queda do -l- intervocálico e a sonorização do -c- intervocálico (macula > *macua > *magua > mágoa); mancha sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- (macula > *mãcula > *mãcla > mancha); malha sofreu a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- em -lh- (macula > *macla > malha); mangra sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico, o rotacismo do -l- e a sonorização do -c- (macula > *mãcula > *mãcla > *mãcra > mangra). A palavra mácula chegou ao português por via erudita, apresentando uma forma quase idêntica ao étimo latino.
pub

Palavra do dia

ro·ti·ná·ri·o ro·ti·ná·ri·o


(rotina + -ário)
adjectivo
adjetivo

Que segue a rotina ou é relativo a rotina (ex.: procedimento rotinário; tarefas rotinárias). = ROTINEIRO

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/op.%20cit [consultado em 21-10-2021]