Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
1ª pess. sing. pres. conj. de naturalizarnaturalizar
3ª pess. sing. imp. de naturalizarnaturalizar
3ª pess. sing. pres. conj. de naturalizarnaturalizar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

na·tu·ra·li·zar na·tu·ra·li·zar - ConjugarConjugar
(natural + -izar)
verbo transitivo e pronominal

1. Conferir ou adquirir direitos de cidadão nacional (ex.: naturalizar um estrangeiro; o atleta naturalizou-se). = NACIONALIZAR

2. Submeter ou submeter-se a mudança para (se) adequar a uma nova situação. = ADAPTAR

verbo pronominal

3. Adaptar-se a uma nova região de forma natural, sem intervenção humana (ex.: a planta naturalizou-se na Europa). = ACLIMAR-SE, ACLIMATAR-SE, ACLIMATIZAR-SE

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "naturalize" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Pontapé: esta palavra é composta por justaposição ou por aglutinação?
A palavra pontapé é composta por justaposição.

De facto, é possível identificar neste vocábulo as palavras distintas que lhe deram origem – os substantivos ponta e – sem que nenhuma delas tenha sido afectada na sua integridade fonológica (em alguns casos pode haver uma adequação ortográfica para manter a integridade fonética das palavras simples, como em girassol, composto de gira + s + sol. Se não houvesse essa adequação, a palavra seria escrita com um s intervocálico (girasol) a que corresponderia o som /z/ e as duas palavras simples perderiam a sua integridade fonética e tratar-se-ia de um composto aglutinado). Daí a denominação de composto por justaposição, uma vez que as palavras apenas se encontram colocadas lado a lado, com ou sem hífen (ex.: guarda-chuva, passatempo, pontapé).

O mesmo não se passa com os compostos por aglutinação, como pernalta (de perna + alta), por exemplo, cujos elementos se unem de tal modo que um deles sofre alterações na sua estrutura fonética. No caso, o acento tónico de perna subordina-se ao de alta, com consequências, no português europeu, na qualidade vocálica do e, cuja pronúncia /é/ deixa de ser possível para passar à vogal central fechada (idêntica à pronúncia do e em se). Note-se ainda que as palavras compostas por aglutinação nunca se escrevem com hífen.

Sobre este assunto, poderá ainda consultar o cap. 24 da Gramática da Língua Portuguesa, de Maria Helena Mira MATEUS, Ana Maria BRITO, Inês DUARTE, Isabel Hub FARIA et al. (5.ª ed., Editorial Caminho, Lisboa, 2003), especialmente as pp. 979-980.




Gostaria de saber como escreve: hemangeoma ou hemangioma?
A forma correcta é hemangioma, uma vez que esta palavra resulta da adjunção do elemento hema- ou hemo-, que significa sangue, à palavra angioma. Este substantivo, apesar de não estar registado no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, encontra-se averbado noutros dicionários de língua, como o Dicionário Houaiss, ou em dicionários técnicos, como o Dicionário Médico da editora Climepsi, e designa um tumor benigno constituído por vasos capilares dilatados.
pub

Palavra do dia

ter·ra·-de·-som·bra ter·ra·-de·-som·bra ter·ra de som·bra
nome feminino

Espécie de ocre que apresenta todos os matizes entre o amarelo e o vermelho, utilizado em pintura. = TERRA-DE-SIENA

Plural: terras-de-sombra.Plural: terras-de-sombra.

• Grafia no Brasil: terra de sombra.

• Grafia alterada pelo Acordo Ortográfico de 1990: terra de sombra.
• Grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990: terra-de-sombra


• Grafia em Portugal: terra-de-sombra.
pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/naturalize [consultado em 26-09-2020]