Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

nada

nadanada | pron. indef. | n. m. | adv.
fem. sing. de nadonado
3ª pess. sing. pres. ind. de nadarnadar
2ª pess. sing. imp. de nadarnadar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

na·da na·da


(latim [res] nata, coisa nascida)
pronome indefinido

1. Usa-se para referir a ausência total de objectos, coisas, ideias, conceitos, etc. (ex.: estava escuro e não vi nada; nada lhe despertou a atenção). = COISA NENHUMATUDO

nome masculino

2. O que não existe; o não-ser.

3. [Por extensão]   [Por extensão]  Pouca coisa (ex.: a felicidade é feita de pequenos nadas; viu a sua importância ser reduzida a um nada).

4. [Figurado]   [Figurado]  Fragilidade.

advérbio

5. Usa-se para enfatizar a negação (ex.: não foi nada fácil convencê-los; - disseste que sim... - não disse nada!). = DE MODO NENHUM


daí a nada
Pouquíssimo tempo depois; daí a breves instantes (ex.: ouvimos passos na escadaria e daí a nada eles entravam na sala).

dali a nada
Pouquíssimo tempo depois; dali a breves instantes (ex.: saíram tarde, mas dali a nada estavam de volta).

daqui a nada
Pouquíssimo tempo depois; daqui a breves instantes (ex.: daqui a nada já lhe ligo).

dar em nada
Perder-se ou não ter qualquer resultado ou efeito prático.

de nada
Que não merece grande atenção; que não tem grande importância (ex.: zangaram-se por uma coisa de nada). = INSIGNIFICANTE, IRRISÓRIO

Expressão usada como resposta a um agradecimento (ex.: - Obrigado pelo presente. - De nada.). = ORA ESSA

nada de nada
Absolutamente nada.


na·do na·do 2


(latim natus, -a, -um)
adjectivo
adjetivo

1. Que já nasceu. = NASCIDO, NATO

2. Que já está no horizonte (ex.: sol nado).


na·do na·do 1


(derivação regressiva de nadar)
nome masculino

1. Acto ou efeito de nadar.

2. O que se pode nadar de uma vez.

3. [Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Modo de nadar. = ESTILO


a nado
Nadando (ex.: atravessaram o rio a nado; travessia a nado).

em nado
Na água; não em seco.

nado borboleta
[Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Maneira de nadar em que o nadador está de barriga para baixo e em que os braços se introduzem lateralmente na água, de cima para baixo, desde fora da água. (Equivalente no português de Portugal: estilo de mariposa.) = MARIPOSA

nado crawl
[Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Maneira de nadar em que o corpo fica virado de barriga para baixo, as pernas batem na água de forma contínua e os braços movimentam-se alternadamente em movimentos rotativos. (Equivalente no português de Portugal: estilo de crol.) = CROL

nado de peito
[Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Maneira de nadar em que o nadador está de barriga para baixo e faz movimentos circulares de braços e pernas para os lados. (Equivalente no português de Portugal: estilo de bruços.)

nado de costas
[Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Maneira de nadar em que o corpo fica virado de barriga para cima, que as pernas batem na água de forma contínua e os braços movimentam-se alternadamente em movimentos rotativos. (Equivalente no português de Portugal: estilo de costas.) = COSTAS

nado livre
[Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Categoria de competição em que o nadador pode nadar em qualquer estilo, sendo normalmente escolhido o estilo de crol. (Equivalente no português de Portugal: estilo livre.)

nado sincronizado
[Brasil]   [Brasil]   [Desporto]   [Esporte]  Disciplina da natação em que o acto de nadar é feito com acompanhamento musical e obedece a coreografia. (Equivalente no português de Portugal: natação sincronizada.)


na·dar na·dar

- ConjugarConjugar

(latim nato, -are)
verbo intransitivo

1. Flutuar e mover-se na água (ajudando-se com os braços e as pernas).

2. Boiar.

3. Estar submerso.

4. [Figurado]   [Figurado]  Engolfar-se.

5. Ter abundantemente o gozo de.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "nada" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Anagramas

Esta palavra em blogues

Ver mais

Um caso que em nada teve a ver com o facto de o jogador estar a cumprir o período...

Em Fora-de-jogo

...me sinto flutuar, parece que me passeio por estas ruas - das quais já nada recordo se não a beleza das calçadas e dos passeios - em cima de...

Em Don Vivo

...não apresentou qualquer documentação comprobatória e, feitas pesquisas no Sistema Nacional de Armas (Sinarm), nada foi localizado em nome do detido..

Em Caderno B

Jornais, rádios, revistas, televisões, plataformas de informação… nada nem ninguém escapa..

Em sorumb

Jornais, rádios, revistas, televisões, plataformas de informação… nada nem ninguém escapa..

Em Jacarandá
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como devo passar para o discurso indirecto a frase: Eu chamo-me Paula. Discurso indirecto: Ela disse que se chamava Paula? ou Ela disse que se chama Paula?
Na transformação do discurso directo em discurso indirecto de Eu chamo-me Paula, além da passagem da primeira (eu) para a terceira pessoa gramatical (ela) e da introdução de um verbo declarativo (dizer), deverá haver também uma passagem do presente (chamo) para o imperfeito do indicativo (chamava), isto é, a frase Eu chamo-me Paula deverá ser transformada em Ela disse que se chamava Paula. Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta discurso directo, discurso indirecto e discurso indirecto livre.



Venho por este meio para me tirarem uma dúvida que é a seguinte: Quando uma pessoa muda de uma região para a outra, mas dentro do próprio país, como se diz? Emigrar ou Imigrar? E quando uma pessoa vai para outro país para trabalhar e para viver?
Os verbos emigrar e imigrar têm em comum o significado de migrar, e apenas diferem no ponto de vista, isto é, emigrar é "sair, temporária ou definitivamente, do seu país ou região" e imigrar é "entrar e fixar-se, periódica ou definitivamente, num outro país ou região" (o mesmo se aplica aos respectivos derivados, como emigrante/imigrante, emigração/imigração). Esta diferença deve-se ao facto de o verbo emigrar conter, já em latim, um elemento e- ou ex-, que deriva da preposição latina ex e que indica "movimento para fora", da mesma forma que o verbo imigrar contém um elemento i- ou in-, que deriva da preposição latina in e que indica "movimento para dentro".

Assim, pode dizer-se, por exemplo, que um português que vai trabalhar para o estrangeiro emigra, relativamente a Portugal (ex.: o pai dele emigrou aos 17 anos; estava a pensar emigrar para a Austrália), e imigra, relativamente ao país de acolhimento (ex.: a família imigrou e já vive neste país há uma década); da mesma forma, um estrangeiro que veio trabalhar para Portugal é imigrante neste país (ex.: os imigrantes permitem rejuvenescer a população envelhecida) e emigrante no seu país de origem (ex.: todos os meses, o emigrante envia dinheiro à família).

Como foi dito acima, qualquer um destes verbos (e ainda o verbo migrar) pode ser usado tanto para uma acção de mudança de país como de região (ex.: abandonaram o cultivo dos campos e emigraram para a cidade; imigrara vinte anos antes, vindo dos Açores).

pub

Palavra do dia

ra·bir·rui·vo ra·bir·rui·vo


(rabo + -i- + ruivo)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem a cauda ruiva.

nome masculino

2. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação dada a diversas aves da família dos muscicapídeos, do género Phoenicurus. = RABIRRUIVA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/nada [consultado em 21-05-2022]