Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

meia-pensão

pensãopensão | n. f.
meia-pensãomeia-pensão | n.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

pen·são pen·são


(latim pensio, -onis, pagamento, aluguer)
nome feminino

1. Renda que se paga vitaliciamente ou por determinado tempo a alguém, ao abrigo de determinado regime jurídico ou como recompensa de serviços (ex.: pensão de invalidez; pensão de reforma; pensão vitalícia).

2. Pensão anual que o enfiteuta paga ao senhorio directo. = FORO

3. O que se paga nos colégios pela comida e instrução dos alunos.

4. Casa em que se admitem hóspedes, mediante pagamento. = HOSPEDARIA

5. O que se paga nessa casa, pela hospedagem.

6. [Figurado]   [Figurado]  Encargo, obrigação.

7. Trabalho, incómodo.


meia pensão
Regime de alojamento hoteleiro que inclui o pequeno-almoço e uma das refeições principais (almoço ou jantar).

pensão completa
Regime de alojamento hoteleiro que inclui todas as referições (pequeno-almoço, almoço e jantar).

pensão alimentícia
O mesmo que pensão de alimentos.

pensão de alimentos
Valor determinado por lei para ser pago geralmente a um ex-cônjuge ou a um parente, destinado a custear a alimentação e outras necessidades vitais.

pensão residencial
Aquela que só aluga quartos e que não serve refeições.


meia-pensão meia-pensão


nome

(A definição desta palavra estará disponível brevemente. Envie comentários ou sugestões para dicionario@priberam.pt)
pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "meia-pensão" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra no dicionário

Ver mais

Esta palavra em blogues

Ver mais

tossindo sangue em Janeiro. Isso entristece-me, logo agora que se reformara de pensão completa. Dizem-me que todavia segue venerando a Senhora de Fátima. Na mocidade, José Roberto Vinhas Fernandes conheceu Maribela. Dela se encantou ele muito – mas assaz em vão, por rejeitado. Maribela nem era daqui

Em daniel abrunheiro

Filadélfia numa visita do Papa Francisco. Costuma ser tocado na véspera do Ano Novo em Times Square, em Nova Iorque, quando sobe a bola que há-se cair à meia -noite. Está portanto associada à passagem do tempo… George Gershwin (1898-1937) também nasceu em Nova Iorque, mas, ao contrário de Copland, não morreu

Em De Rerum Natura

. Ele a instalou em uma pensão administrada por Maguerite Pitre, onde continuou a visitá-la. No início do verão de 1949, Rita e Lise foram morar com a mãe (embora Guay continuasse a ficar com ela lá) e Marie-Ange Robitaille cortou relações com ele. Posteriormente, ele ameaçou sua amante com uma arma e

Em NOTÍCIAS SOBRE AVIAÇÃO AVIATION NEWS

753 Sábado, 4 de Setembro de 2021 M esinha-de-cabeceira com garrafa de vidro transparente meia de água. Medicamentos em final de provisão. Retrato de um velho com tarja oblíqua negra. Tudo por desempoeirar. A cabeça da adormecida atira farripas brancas da bainha da manta, que é verde com clarões

Em daniel abrunheiro

Não é necessário que todas as acusações listadas na ironia abaixo sejam verdadeiras, bastam meia -dúzia; aquelas que o levaram à cadeia, para percebermos que se Bolsonaro é louco, corrupto, incompetente, o Lula ganha-lhe aos pontos por larga margem. Aguenta galera

Em claustro fobias
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como devo passar para o discurso indirecto a frase: Eu chamo-me Paula. Discurso indirecto: Ela disse que se chamava Paula? ou Ela disse que se chama Paula?
Na transformação do discurso directo em discurso indirecto de Eu chamo-me Paula, além da passagem da primeira (eu) para a terceira pessoa gramatical (ela) e da introdução de um verbo declarativo (dizer), deverá haver também uma passagem do presente (chamo) para o imperfeito do indicativo (chamava), isto é, a frase Eu chamo-me Paula deverá ser transformada em Ela disse que se chamava Paula. Sobre este assunto, poderá consultar também a resposta discurso directo, discurso indirecto e discurso indirecto livre.



É correcto usar a expressão às páginas tantas?
A locução a páginas tantas surge registada em vários dicionários de língua portuguesa, inclusive no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, na entrada página. O uso da crase nesta locução (às páginas tantas) é relativamente usual, a julgar pelo número de ocorrências em corpora e motores de pesquisa da Internet e, apesar de a locução apenas se encontrar dicionarizada sem a crase, não pode ser considerada incorrecta, uma vez que a contracção à é comum antes de substantivos femininos.
pub

Palavra do dia

ra·bir·rui·vo ra·bir·rui·vo


(rabo + -i- + ruivo)
adjectivo
adjetivo

1. Que tem a cauda ruiva.

nome masculino

2. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Designação dada a diversas aves da família dos muscicapídeos, do género Phoenicurus. = RABIRRUIVA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/meia-pens%C3%A3o [consultado em 21-05-2022]