Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
mariolamariola | s. m. | adj. 2 g.
3ª pess. sing. pres. ind. de mariolarmariolar
2ª pess. sing. imp. de mariolarmariolar
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

ma·ri·o·la |ó| ma·ri·o·la |ó|
(origem duvidosa)
nome masculino

1. Moço de fretes.

2. Patife, biltre.

3. Conjunto de três ou mais pedras sobrepostas, geralmente de forma piramidal ou cónica que, em certas serras ínvias, indicam de trecho em trecho o caminho a seguir.Ver imagem = MOLEDO, MOLEDRO

4. [Ornitologia]   [Ornitologia]  Variedade de pombo.

5. [Brasil]   [Brasil]  Doce em forma de tablete (ex.: mariola de banana; mariola de caju; mariola de goiaba).

adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

6. Próprio de patife.


ma·ri·o·lar ma·ri·o·lar - ConjugarConjugar
verbo intransitivo

1. Fazer serviço de mariola.

2. Ter vida de malandro, vadio.

pub

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Usa-se crase na frase "Atendimento a grupos"?
Na expressão atendimento a grupos não deverá usar a crase.

A crase é a contracção de duas vogais iguais, na maioria dos casos, contracção da preposição a com o artigo definido a quando este precede um substantivo feminino (ex.: devolveu o livro à colega) e com a locução relativa a qual (ex.: esta é a colega à qual ele devolveu o livro). Há também locuções fixas que contêm crase, onde se pode subentender o substantivo feminino moda ou maneira (ex.: cozido à portuguesa = cozido à [moda/maneira] portuguesa). Não poderá usar a crase numa expressão como atendimento a grupos, pois grupos é um substantivo masculino plural e não poderia ser antecedido do artigo definido feminino a.

Normalmente, não se usa a crase antes de nome masculino, como é o caso (ex.: atendimento a grupos), de artigo indefinido (ex.: atendimento a uma clientela), de forma verbal (ex.: esteve a atender) ou de topónimos que não precisam de artigo (ex.: chegou a Brasília). Há ainda locuções fixas que não contêm crase (ex.: estavam frente a frente).




Qual das seguintes frases está incorrecta? Queria um copo de água com gelo; Encomendei um colete em seda vermelha ou Vou comprar uma caixa de fósforos.
Do ponto de vista linguístico, nenhuma das frases está incorrecta, pois a preposição de pode ser usada para indicar conteúdo (ex.: copo de água, caixa de fósforos) e a preposição em pode ser usada para indicar matéria (ex.: colete em seda). A informação sobre o uso das preposições nestas expressões pode ser encontrada em obras de referência para o português, nomeadamente em dicionários gerais de língua como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa (Lisboa: Editorial Verbo, 2001) ou o Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto: Porto Editora, 2004). Alguns autores, porém, consideram inadequado o uso da preposição em para expressões que indicam matéria, alegando que se trata de galicismo.
pub

Palavra do dia

a·ma·du·rar a·ma·du·rar
(a- + maduro + -ar)
verbo transitivo, intransitivo e pronominal

1. Tornar ou ficar maduro (ex.: o calor amadurou a fruta; os frutos amaduraram; os pêssegos ainda não se amaduraram). = SAZONAR

2. Tornar ou ficar adulto.


SinónimoSinônimo Geral: AMADURECER

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/mariola [consultado em 23-10-2020]