PT
BR
Pesquisar
Definições



mal-ouvido

A forma mal-ouvidopode ser [masculino singular de ouvidoouvido], [masculino singular particípio passado de ouvirouvir] ou [adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
mal-ouvidomal-ouvido
( mal·-ou·vi·do

mal·-ou·vi·do

)


adjectivo e nome masculinoadjetivo e nome masculino

[Brasil] [Brasil] Que ou quem não ouve conselhos ou ordens ou não lhes liga; que ou quem é malmandado. = DESOBEDIENTEBEM-OUVIDO, OBEDIENTE

vistoPlural: mal-ouvidos.
etimologiaOrigem etimológica:mal- + ouvido.
iconPlural: mal-ouvidos.
ouvirouvir
( ou·vir

ou·vir

)
Conjugação:irregular.
Particípio:regular.


verbo intransitivo

1. Perceber pelo ouvido.


verbo transitivo

2. Sentir (alguma coisa) pelo ouvido.

3. Prestar atenção.

4. Ser dócil a; obedecer a.

5. Inquirir.

ouvidoouvido
( ou·vi·do

ou·vi·do

)


nome masculino

1. Sentido da audição.

2. [Anatomia] [Anatomia] Órgão da audição e do equilíbrio.

3. [Anatomia] [Anatomia] Interior da orelha.

4. [Figurado] [Figurado] Disposição natural para reter os sons, as suas modulações.

5. [Armamento] [Armamento] Orifício por onde se comunica o fogo à carga da arma.

6. [Metalurgia] [Metalurgia] Orifício por onde o metal entra no molde.

7. [Música] [Música] Abertura no tampo superior de alguns instrumentos de corda.


ao ouvido

Em segredo, baixinho.

chegar aos ouvidos de alguém

Chegar uma notícia ao conhecimento de alguém.

dar ouvidos

Dar crédito, prestar atenção.

de ouvido

Só por ter ouvido dizer; sem conhecimentos teóricos.

duro de ouvido

Um tanto surdo.

emprenhar pelos ouvidos

[Informal] [Informal] Ser facilmente influenciado por intrigas ou mexericos.

entrar por um ouvido e sair por outro

Não fazer caso.

fazer ouvidos de mercador

Fingir-se surdo ou fingir que não percebe.

fazer ouvidos moucos

O mesmo que fazer ouvidos de mercador.

ser todo ouvidos

Escutar com interesse, com atenção.

ter bom ouvido

Ouvir muito bem; ter grande capacidade para distinguir os sons, em especial os musicais.

ter mau ouvido

Ouvir mal; não distinguir bem os sons.

ter ouvido(s) de tísico

[Informal] [Informal] Ouvir muito bem; ter a audição muito apurada.

etimologiaOrigem etimológica:particípio de ouvir.


Dúvidas linguísticas



Peço auxílio para a composição de palavras com prefixos gregos e latinos. Quando são em justaposição e quando são em aglutinação? Minha dúvida neste momento é com a palavra intra + esclerótico.
A existência ou não de hífen depois de prefixos gregos e latinos é difícil de sistematizar em poucas linhas, pois isso difere consoante os prefixos (há até divergências ligeiras entre a norma europeia e a norma brasileira do português, por serem diferentes as obras de maior referência neste aspecto).

No caso de intra- (este caso aplica-se também aos prefixos contra-, extra-, infra-, supra- e ultra-), de acordo com a Base XXIX do Acordo Ortográfico de 1945, deve usar-se hífen antes de palavras iniciadas por vogal (ex.: intra-arterial, intra-ocular), h (ex.: intra-hepático), r (ex.: intra-raquidiano) ou s (ex.: intra-sinovial). Assim sendo, deve escrever-se intra-esclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1945, para o português de Portugal, ou o Formulário Ortográfico de 1943, para o português do Brasil.

Com a aplicação do Acordo Ortográfico de 1990, e segundo a Base XVI, o prefixo intra- (assim como todos os prefixos ou elementos prefixais com o mesmo contexto ortográfico, isto é, terminados na letra a) deve aglutinar-se sempre com o elemento seguinte (ex.: intraocular), excepto se este começar por a (ex.: intra-arterial) ou h (ex.: intra-hepático). No caso de o elemento seguinte começar por r ou s, essas consoantes devem ser dobradas (ex.: intrarraquidiano, intrassinovial). Assim sendo, deve escrever-se intraesclerótico segundo o Acordo Ortográfico de 1990.