Dicionário Priberam Online de Português Contemporâneo
Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

indelével

indelévelindelével | adj. 2 g.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

in·de·lé·vel in·de·lé·vel


(latim indelebilis, -e)
adjectivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros

Que não se pode apagar ou fazer desaparecer.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "indelével" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...vida tão curta, mas sobretudo pela sua personalidade única, o Princesinho deixou uma marca indelével , com a sua faceta de aventureiro que era equilibrada pela ternura que sempre...

Em Ver

...dando a conhecer entre nós um dos cineastas que, em maio, marcou de forma indelével a programação de Cannes (com o seu mais recente trabalho, Leila’s Brothers )..

Em sound + vision

...pelos nossos irmãos e irmãs indígenas e os terríveis efeitos da colonização, a dor indelével de tantas famílias, avós e crianças..

Em Blog da Sagrada Família

...de saúde que enfrentou, ter sido o que mais tempo viveu, deixou uma marca indelevel , absolutamente inesquecível, que tem na origem uma personalidade particularmente vincada e uma inteligente...

Em Ver

...anos 80/90 que entrou em algumas cabeças e que teima em sair, perante o indelével peso que a realidade possui..

Em As minhas Aventuras na Tunolândia
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Monitorar ou monitorizar?
Os verbos monitorar e monitorizar são formações correctas a partir do substantivo monitor, a que se junta o sufixo verbal -ar ou -izar, e têm o mesmo significado, pelo que são sinónimos. A opção por um ou por outro cabe ao utilizador; no entanto, os dicionários que seguem a norma europeia da língua portuguesa parecem preferir a forma monitorizar, pois é esta a única forma que aparece registada no Grande Dicionário Língua Portuguesa (Porto Editora, 2004) ou no Grande Vocabulário da Língua Portuguesa, de José Pedro Machado (Âncora Editora, 2001) e a edição portuguesa do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Círculo de Leitores, 2002) remete monitorar para monitorizar. Os dicionários que seguem a norma brasileira da língua portuguesa remetem geralmente monitorizar para monitorar, como é o caso da edição brasileira do Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa (Objetiva, 2001) ou do Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa (Positivo, 2004).



Por vezes somos abordados desta forma: Deseja um café? Sim senhora, trago-lhe já. Sendo eu um indivíduo do sexo masculino, qual é a resposta correcta para esta questão e quais os erros que estão em causa?
As palavras senhor ou senhora são usadas como formas de tratamento de cortesia em relação a alguém a quem nos dirigimos. Assim, devem concordar em género e número com o destinatário da mensagem (ex.: As senhoras desejam chá? [sendo o destinatário feminino plural]; O senhor dá-me licença? [sendo o destinatário masculino singular]).

Na frase em questão na sua dúvida, trata-se de uma resposta dada coloquialmente (ex.: sim, senhora, trago-lhe já; não, senhores, não podem fazer isso), mas que mantém a forma de tratamento e deve obedecer à concordância lógica com o destinatário, pelo que a frase deverá ser, com um destinatário do sexo masculino, Sim, senhor, trago-lhe já.

pub

Palavra do dia

ux·te ux·te


(origem expressiva ou onomatopaica)
interjeição

Expressão usada para afastar ou mostrar repulsa. = APRE, ARREDA, IRRA

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/indel%C3%A9vel [consultado em 25-09-2022]