PT
BR
Pesquisar
Definições



inclinado

A forma inclinadopode ser [masculino singular particípio passado de inclinarinclinar] ou [adjectivoadjetivo].

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
inclinadoinclinado
( in·cli·na·do

in·cli·na·do

)


adjectivoadjetivo

1. Não vertical.

2. Pendente.

3. Propenso.

4. Afeiçoado.

5. Que tem tendência ou inclinação para (ex.: o livro reúne artigos inclinados para as questões ambientais; o candidato está menos inclinado para mecânica). = VIRADO

etimologiaOrigem etimológica:latim inclinatus.
inclinarinclinar
( in·cli·nar

in·cli·nar

)
Conjugação:regular.
Particípio:regular.


verbo transitivo

1. Desviar da verticalidade; tornar oblíquo.

2. Dirigir (para ponto determinado).

3. Curvar; abaixar; dobrar; fazer pender.

4. Recostar.

5. [Figurado] [Figurado] Predispor.

6. Tornar propenso; afeiçoar.


verbo intransitivo

7. Pender, descair.

8. Tender, propender.


verbo pronominal

9. Desviar-se da verticalidade.

10. Curvar-se.

11. Dirigir-se; tomar uma determinada direcção.

12. Abaixar-se.

13. Cumprimentar (abaixando a cabeça).

14. Mostrar-se reverente.

15. Submeter-se; humilhar-se.

16. Propender.

17. Estar disposto a aceitar uma opinião ou a concordar com ela.

Auxiliares de tradução

Traduzir "inclinado" para: Espanhol Francês Inglês


Dúvidas linguísticas



Qual a etimologia da palavra escolha? E da palavra subalternidade?
A palavra escolha deriva do verbo escolher, que, por sua vez, vem de uma forma latina hipotética *excolligere que significaria “recolher; obter”. A palavra subalternidade deriva de subalterno, por aposição de –idade, sufixo muito produtivo que exprime o conceito de “qualidade, característica”. Assim, subalternidade designa a condição, a qualidade de quem é subalterno.



Em palavras como emagrecer e engordar as terminações -er e -ar são sufixos ou desinências verbais de infinitivo? Se são o último caso, essas palavras não podem ser consideradas derivações parassintéticas...ou podem?
As terminações verbais -er e -ar são compostas pela junção de -e- (vogal temática da 2.ª conjugação) ou -a- (vogal temática da 1.ª conjugação), respectivamente, à desinência de infinitivo -r. Destas duas terminações, apenas -ar corresponde a um sufixo, pois no português actual usa-se -ar para formar novos verbos a partir de outras palavras, normalmente de adjectivos ou de substantivos, mas não se usa -er. Apesar de os sufixos de verbalização serem sobretudo da primeira conjugação (ex.: -ear em sortear, -ejar em relampaguejar, -izar em modernizar, -icar em adocicar, -entar em aviventar), há alguns sufixos verbais da segunda conjugação, como -ecer. Este sufixo não entra na formação do verbo emagrecer, mas entra na etimologia de outros verbos formados por sufixação (ex.: escurecer, favorecer, fortalecer, obscurecer, robustecer, vermelhecer) ou por prefixação e sufixação simultâneas (ex.: abastecer, abolorecer, amadurecer, empobrecer, engrandecer, esclarecer).

Dos verbos que menciona, apenas engordar pode ser claramente considerado derivação parassintética, uma vez que resulta de prefixação e sufixação simultâneas: en- + gord(o) + -ar. O verbo emagrecer deriva do latim emacrescere e não da aposição de prefixo e sufixo ao adjectivo magro.