Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
masc. e fem. pl. de imbecilimbecil
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

im·be·cil im·be·cil
(latim imbecillis, -e, fraco, sem carácter, humilde)
adjectivo de dois géneros e substantivo de dois géneros
adjetivo de dois géneros e substantivo de dois géneros

1. Que ou o quem demonstra pouca inteligência ou discernimento. = IDIOTA, PARVO, TOLO

2. [Psicopatologia]   [Psicopatologia]  Que ou o que manifesta imbecilidade.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "imbecis" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Palavras vizinhas

Esta palavra em blogues

Ver mais
Blogues do SAPO

Esta palavra no Twitter

Dúvidas linguísticas


Por causa de pode ser considerada uma locução subordinativa causal?
A expressão por causa de constitui uma locução prepositiva e não uma locução conjuncional subordinativa causal.

Por vezes parece difícil distinguir entre uma preposição/locução prepositiva (ex.: por, por causa de) e uma conjunção/locução conjuncional (ex.: porque, visto, dado que), pois em alguns casos a distribuição é semelhante: tanto uma como outra pode introduzir uma frase (ex.: fico em casa por me preocupar contigo; não vou à praia por causa de estar a chover; não vou à praia porque está a chover; fico em caso visto precisares de mim; não vou à praia dado que está a chover), mas só as preposições/locuções prepositivas podem ter um grupo nominal como seu complemento (ex.: fico em casa por ti; não vou à praia por causa da chuva) e as segundas não (ex.: *fico em casa visto tu/ti; *não vou à praia porque a chuva; *não vou à praia dado que a chuva; o asterisco indica agramaticalidade).




Gostaria de saber qual a regra gramatical que determina que na palavra trânsito ou transitar o "s" tem valor de "z" enquanto que na palavra conseguir ou consentir tem valor de "s".
Em geral, em português, a letra -s-, quando antecedida de consoante e seguida de vogal, tem valor [s], como em consentir, farsa, psicologia ou pulsar. É importante referir que esta regra, apesar de corresponder aos padrões mais gerais no português, tem um número considerável de excepções, em que o -s-, no contexto referido, se lê [z], como em catarse, obséquio ou trânsito (e na maioria das palavras com a sequência -trans-). Este fenómeno deve-se ao facto de a ortografia e a sua relação com a pronúncia das palavras conter muitas variáveis que os acordos ortográficos e outros mecanismos de estabilização e regularização da língua não são capazes de uniformizar. Cada palavra tem uma história de evolução que umas vezes permite a sua integração numa regra ou num padrão geral, mas noutras cria especificidades lexicais que o utilizador da língua passa a conhecer conforme vai ganhando maior experiência linguística.
pub

Palavra do dia

hu·ma·ni·da·de hu·ma·ni·da·de
(latim humanitas, -atis)
substantivo feminino

1. Conjunto dos seres humanos.

2. Natureza humana.

3. Disposição natural que leva a fazer bem e não mal. = BENEVOLÊNCIA, BONDADE, COMPAIXÃO


humanidades
substantivo feminino plural

4. Conjunto de estudos que inclui, em geral, a gramática, a poesia, a literatura e a cultura. = BELAS-LETRAS

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/imbecis [consultado em 06-04-2020]