Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub

pub
Palavra não encontrada. Se procurava uma das palavras seguintes, clique nela para consultar a sua definição.
eiró (norma brasileira)
hino (norma brasileira)
limo (norma brasileira)

Caso a palavra que procura não seja nenhuma das apresentadas acima, sugira-nos a sua inclusão no dicionário.
pub

Dúvidas linguísticas


Como se abrevia a palavra "Reverendíssimo"?
A palavra Reverendíssimo é uma forma de tratamento dirigida habitualmente a dignidades eclesiásticas (ex.: Reverendíssimo Senhor Bispo, Sua Excelência Reverendíssima) e abrevia-se usualmente em Rev.mo, Rev.ma, apesar de ser frequente a utilização das abreviaturas Rev.mo, Rev.ma, sobretudo quando não é possível colocar a última parte da abreviatura superior à linha.

Esta abreviatura, como a maioria das formas de tratamento que utilizam um superlativo absoluto sintético, é composta pela parte inicial da palavra e pela terminação do sufixo do superlativo (-mo, -ma), normalmente sobreposta (ex.: Dig.mo [ Ministro, Dig.ma [ Bastonária, Em.mo [ Cardeal, Em.ma [ Excelência, Il.mo [ Senhor, Il.ma [ Procuradora, Ser.mo [Rei, Sua Alteza Ser.ma [



Gostaria de saber se a expressão Quem lhes atendem são as comissárias A e B está correta. Uma empresa aérea brasileira esta usando esta expressão no speech de saudação aos passageiros.
A frase Quem lhes atendem são as comissárias A e B está incorrecta. Com efeito, quem é um pronome de terceira pessoa e, na posição de sujeito, obriga à concordância com o verbo no singular (ex.: Quem comprou a casa fui eu; Quem vai de comboio são o João e a Joana), sendo incorrectos os casos em que essa concordância não se verifica (ex.: *Quem comprei a casa fui eu; *Quem vão de comboio são o João e a Joana). Assim, a frase correcta seria Quem os / lhes atende são as comissárias A e B.

Esta construção não deve ser confundida com outra em que o pronome quem não é sujeito, mas sim complemento directo (ex.: Quem viram eles? = eles viram quem?), caso em que o verbo deverá concordar com o sujeito (no exemplo, o pronome pessoal eles). Por essa razão é possível uma frase como Quem atendem as comissárias A e B? (= as comissárias A e B atendem quem?), semelhante à frase da questão, mas de estrutura muito diferente.

Quanto ao uso do pronome pessoal átono lhes, forma própria do complemento indirecto (Quem lhes atende são as comissárias A e B; As comissárias A e B atendem aos passageiros), em vez do pronome pessoal átono os, forma própria do complemento directo (Quem os atende são as comissárias A e B; As comissárias A e B atendem os passageiros), poderá consultar a resposta regência do verbo atender. Note-se que, como refere o Dicionário Houaiss em nota no verbete atender, embora o uso transitivo indirecto de algumas acepções do verbo não esteja contemplado na gramática tradicional, ele constitui uso corrente actualmente no Brasil.

Palavra do dia

nai·ra nai·ra
(inglês naira, alteração de Nigeria, topónimo [Nigéria])
nome feminino

[Economia]   [Economia]  Unidade monetária da Nigéria (código: NGN).

pub

Mais pesquisadas do dia

Siga-nos



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020, https://dicionario.priberam.org/heimo [consultado em 01-10-2020]