PT
BR
Pesquisar
Definições



greve

Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!
grevegreve
( gre·ve

gre·ve

)


nome feminino

1. Interrupção temporária, voluntária e colectiva de actividades ou funções, por parte de trabalhadores ou estudantes, como forma de protesto ou de reivindicação (ex.: o sindicato convocou uma greve de três dias).


greve de fome

Recusa em ingerir qualquer alimento como forma de protesto ou de reivindicação.

greve de zelo

Realização de um serviço com meticulosidade e lentidão excessivas, causando deliberadamente atraso ou redução no rendimento do trabalho, como forma de protesto ou de reivindicação.

greve geral

Paralisação concertada de actividades a nível nacional, em protesto contra determinadas políticas governamentais ou institucionais.

etimologiaOrigem etimológica:francês grève.

Auxiliares de tradução

Traduzir "greve" para: Espanhol Francês Inglês

Anagramas



Dúvidas linguísticas



USO CAPEÃO: é uma figura que se utiliza em direito, em que a pessoa solicita a propriedade de um terreno ou objecto que está na sua posse há bastante tempo mas não tem documento que prove essa posse. A palavra capeão ( ou capião ??) tem o sentido de posse.
À figura jurídica a que se refere dá-se o nome de usucapião (derivado do latim usucapionem), como poderá verificar seguindo a hiperligação para o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa.



Qual o superlativo absoluto sintético do adjectivo maníaco?
Como é referido na resposta superlativos eruditos, o grau superlativo absoluto sintético é geralmente formado pela adjunção do sufixo -íssimo ao adjectivo. Em alguns casos, são necessárias as devidas adequações ortográficas para manter as características fonéticas do adjectivo no grau normal. Por analogia com outros adjectivos terminados em -aco (ex.: fraco - fraquíssimo; velhaco - velhaquíssimo), o superlativo absoluto sintético de maníaco parece ser maniaquíssimo. Os adjectivos terminados em -aco, tal como os terminados em -eco (ex.: seco - sequíssimo), formam este superlativo com adequação ortográfica para manter o som /k/ da sílaba final (é de referir que as formas consideradas irregulares advêm da existência de um superlativo latino como, por exemplo, opaco - opacíssimo). Os adjectivos terminados em -ico formam este superlativo geralmente sem manutenção do som /k/ da sílaba final (ex.: público - publicíssimo), embora, por vezes, haja manutenção desse som (ex.: simpático - simpatiquíssimo - simpaticíssimo).