Dicionário Priberam da Língua Portuguesa
Este site utiliza cookies. Ao continuar no site está a consentir a sua utilização. Saiba mais...
pub
pub
pub
pub
pub

fruir

fruirfruir | v. tr. e intr.
Sabia que? Pode consultar o significado de qualquer palavra abaixo com um clique. Experimente!

fru·ir |u-í|fru·ir |u-í|

- ConjugarConjugar

(latim *fruere, de fruor, frui, ter o gozo de, usufruir, conviver)
verbo transitivo e intransitivo

1. Estar no gozo ou na posse de.

2. Desfrutar; gozar.

pub

Auxiliares de tradução

Traduzir "fruir" para: Espanhol | Francês | Inglês

Parecidas

Esta palavra em blogues

Ver mais

...Grande não atingiram os servidores estaduais que, portanto, "têm assegurado o seu direito de fruir o feriado municipal de 26 de agosto normalmente, no entanto, esclarecemos que haverá expediente...

Em Caderno B

Só posso fruir o léxico – e tudo o resto – enquanto vivo..

Em daniel abrunheiro

Diversa comparticipação ofereci ao que se me dava fruir ..

Em daniel abrunheiro

...Rica noiva dará, só bem mal há-de ficar ao cabo afinal quem dela não fruir o véu & o gozo..

Em daniel abrunheiro

E também a fruir a gastronomia local..

Em Disperso Escrevedor
Blogues do SAPO

Dúvidas linguísticas


Como se designam as palavras que derivam do mesmo étimo latino como mágoa, mancha e mácula?
As palavras mágoa, mancha e mácula (a este grupo poderia acrescentar-se as palavras malha e mangra) são exemplos de palavras divergentes, isto é, palavras com o mesmo étimo latino (macula, -ae) que evoluiu para várias formas diferentes. Neste caso específico, as palavras mágoa, mancha, malha ou mangra chegaram ao português por via popular, apresentando cada uma delas diferentes fenómenos regulares de evolução: mágoa sofreu a queda do -l- intervocálico e a sonorização do -c- intervocálico (macula > *macua > *magua > mágoa); mancha sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- (macula > *mãcula > *mãcla > mancha); malha sofreu a queda do -u- intervocálico e a palatalização do grupo consonântico -cl- em -lh- (macula > *macla > malha); mangra sofreu a nasalização do primeiro -a-, a queda do -u- intervocálico, o rotacismo do -l- e a sonorização do -c- (macula > *mãcula > *mãcla > *mãcra > mangra). A palavra mácula chegou ao português por via erudita, apresentando uma forma quase idêntica ao étimo latino.



Em qual destas frases existe um erro de sintaxe? Há negócios cujas vantagens parecem evidentes; O negócio onde o meu pai está envolvido dá prejuízo.
As gramáticas e os dicionários de língua portuguesa, como o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea ou a Gramática da Língua Portuguesa (p. 664), indicam que o advérbio ou pronome relativo onde expressa unicamente valores locativos, isto é, está relacionado com a noção de lugar físico, pelo que a segunda frase que refere (o negócio onde o meu pai está envolvido dá prejuízo) pode ser de alguma forma considerada menos correcta, já que “negócio” não é, neste contexto, um espaço físico, mas um substantivo abstracto. Nessa frase, as locuções adverbiais relativas em que ou no qual podem ser tidas como mais adequadas (o negócio em que/no qual o meu pai está envolvido dá prejuízo).

A primeira frase (há negócios cujas vantagens parecem evidentes) não apresenta qualquer tipo de agramaticalidade ou incorrecção sintáctica.

pub

Palavra do dia

so·ro·se |ó|so·ro·se |ó|


(grego sorós, -oû, montão, acervo + -ose)
nome feminino

[Botânica]   [Botânica]  Reunião de frutos carnudos, provenientes de várias flores de uma inflorescência agrupada, como na amora ou no ananás.

pub

Mais pesquisadas do dia



in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/fruir [consultado em 20-09-2021]